9 November 2009

DEUS Livra

Uma vez, na Índia distante, um homem viajava pela mata a dentro, em direcção da terra onde habitava uma tribo excessivamente selvagem.
Missionário, o Rev. E. P. Scott estava seguindo o seu caminho absolutamente contra a vontade dos companheiros de trabalho, que não queriam que ele se aproximasse daquela tribo bárbara.
O Rev. Scott, porém era um homem de coragem e, não duvidando, um só momento, do seu dever, e confiando ainda na proteção de DEUS, continuou a marcha. Subitamente, chegando a certo ponto da jornada, viu-se cercado de um grupo de selvagens que lhe apontavam ao peito flechas envenenadas.
O Dr. Scott que nada trazia nas mãos a não ser um violino, subitamente teve uma inspiração dos céus.
Levantou o instrumento, fechou os olhos e começou a tocar e cantar o hino "Saudai o nome de jESUS".
Quando começou a cantar a última estrofe do hino, abriu os olhos e, com surpresa, viu que os selvagens estavam pertinho dele, ouvindo-o embevecidos.
A musica impressionara de tal modo os selvagens, que nenhum deles pensou mais em atirar no missionário.
DEUS socorrera seu servo, dando-lhe aquela extraordinária presença de espírito.
No princípio, os selvagens receberam o Rev. Scott com curiosidade, mas ao correr do tempo, pelo exemplo que o missionário dava e pelas lindas histórias que contava a respeito de JESUS, pôde ele, de facto, conquistar o coração daquela gente bárbara. Trabalhou entre eles durante dois anos e meio.
Começando então a faltar-lhe a saúde, foi obrigado a retirar-se por algum tempo, para descansar suas forças.
Quando estava partindo, alguns membros da tribo acompanharam- no a umas trinta ou quarenta milhas, rogando que voltasse.
Mais tarde, quando o Rev. Scott recuperou a saúde, voltou a esta mesma tribo e aí trabalhou até morrer.
Abraco irmao, DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

No comments:

Post a Comment