28 December 2010

Guerra E Paz, Feliz Ano Novo

É sem valor pedir a DEUS aquilo que nós mesmos podemos realizar. "... tempo de guerra, e tempo de paz" (Eclesiastes 3:8). "Esteja em guerra com seus vícios, em paz com seus vizinhos, e deixe que o novo ano faça de você um homem melhor." (Benjamin Franklin) "Ano Novo, vida nova". Ouvimos essa frase muitas vezes e, quase sempre, nada acontece de novo nas vidas daqueles que a dizem. Mas para nós, que somos filhos de Deus, é necessário que transformemos esse dito popular em uma realidade espiritual. Algumas vezes estamos em guerra e outras em paz. Qual das duas situações fará com que nossa vida seja melhor? Ambas, se soubermos aplicá-las da forma correta e no momento correto. Devemos estar em pé de guerra contra o pecado, contra os vícios, contra o orgulho, contra a vaidade, contra a mentira, contra a avareza, contra tudo que nos afasta da presença de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Essa guerra, ao contrário de outras, não provoca destruição. Ela nos edifica, nos alegra o coração, nos fortalece para enfrentar as horas de lutas e dificuldades. É uma guerra que nos ajuda a construir uma vida plena e abundante diante de Deus. Devemos estar em paz com nossas vidas e com todos os que estão ao nosso redor. Devemos estar em paz com a nossa família, com aqueles que nos querem bem e até com os que nos ignoram. O Senhor é o Príncipe da Paz e se estamos em paz, estamos nEle, e Ele está em nós. Precisamos estar em paz com os nossos sentimentos, com as nossas atitudes, com os nossos sonhos, com as nossas ansiedades, com aquilo que Deus nos dá e também com o que não nos dá. Que a harmonia entre a guerra e a paz que vivermos no próximo ano nos faça bem melhores do que fomos neste que está acabando. Se assim for, seremos imensamente felizes e o Senhor será glorificado em nossas vidas. Feliz Ano Novo para todos. Natal! Esta é a estação para acender o fogo da hospitalidade no corredor, o cordial fogo da caridade no coração.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

23 December 2010

FELIZ NATAL JESUS NASCEU!

Que este Sonho de Natal No seu sentido integral Traga uma esperança contida de amor e fraternidade e recíproca amizade p'ra ter mais sentido a vida. Que termine o sofrimento Daqueles cujo tormento É de dor e opressao Aos tristes dê alegria E volte a dar companhia A quem vive em solidão. Do que o Natal nos traz Que traga sem falta a paz De que o mundo bem carece P'ra que não permita a guerra Nem haja fome na terra E um Novo Mundo comece. Que o Menino da bondade Permita a realidade De todos sermos iguais Em sentimentos unidos Faça que os dias vividos Possam ser todos Natais.

Querido irmao(a) agradeco de todo coracao poder fazer parte desta familia tao importante que DEUS me da' e me ensina a cuidar, que juntos assim continuaremos por muitos e muitos mais anos!

Que no ano 2011 possamos alcancar mais vidas, mais coracoes com nosso empenho, estamos juntos hoje e para sempre!

DEUS PAI, todo porderoso te agradeco por existir em nossas vidas e nos unir,Continue nos usando, em nome de JESUS, Amen.

20 December 2010

O Nascimento De Um Bebe'

A juventude é a época de se estudar a sabedoria; a velhice é a época de praticá-la. "Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor" (Lucas 2:11). Você já teve dificuldades em responder ao questionamento de uma criança? Tente somente responder algumas de suas perguntas: "De que o céu é feito? Por que Vovó teve que morrer? De onde Deus veio?" Pode ser realmente um problema. A diferença entre sua habilidade mental e a da criança não é tão grande quanto a habilidade mental entre Deus, o Criador, e você, Sua criatura. Que método Ele usou para comunicar com o homem? Enviou um grande cataclismo da natureza para que obedecêssemos atemorizados? Não, Ele enviou um bebê que nasceu em Belém. Claro, bebês nascem todos os dias, mas este era um Bebê muito especial. Ele era Deus feito carne. Alguns crêem que o Natal é apenas uma oportunidade comercial para lojistas do mundo inteiro. Alguns nem crêem que Jesus nasceu. Alguns preferem crer em outros senhores e seguem, desta forma, os seus caminhos. Eu não sei em que dia Jesus nasceu, mas eu creio perfeitamente que "Ele nasceu!" Ele nasceu e me deu nova vida. Ele nasceu e tirou de meu coração toda a tristeza de minha juventude. Ele nasceu e me fez deixar os caminhos incertos por onde eu andava. Ele nasceu para ser o meu Deus, o meu Senhor, a minha maior alegria. Eu estou plenamente convencido de que aquele bebê especial, nascido em uma humilde manjedoura em Belém, foi enviado por Deus para ser o meu Salvador. Eu não podia recebê-lo em minha casa, eu nem sonhava em nascer naquela época. Mas eu pude, dois mil anos depois, convidá-lo a morar em meu coração. Eu não mereço nada, não sou digno de Sua presença em mim, mas sei que Ele me ama, cuida de mim, supre minhas necessidades, orienta-me em cada decisão, consola-me quando enfrento problemas, ajuda-me a ultrapassar os obstáculos, conduz-me, a todo momento, a grandes e maravilhosas vitórias. Sou, tenho plena consciência disso, um grande conquistador. Ele me fez assim, e assim eu vivo. Um pequeno bebê... muito especial... único no mundo... Obrigado, querido Jesus, por ter nascido para me fazer feliz! Feliz Natal para todos!
DEUS te abencoe meu irmao(a)
ABraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

18 December 2010

Como Serei Lembrado?

São os sonhos que seguram o mundo na sua órbita. "Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus..." (Mateus 6:9). Por profissão eu sou um soldado e tenho orgulho disso, mas tenho muito mais orgulho de ser um pai. Um soldado destrói a fim de construir; o pai nunca destrói. Um tem o poder da morte; o outro personifica a criação e a vida. E, enquanto as hordas da morte são poderosas, os batalhões da vida são ainda mais poderosos. Tenho a esperança de que meu filho, quando eu partir, lembrará de mim, não da batalha, mas, em casa, fazendo com ele nossa simples oração diária: "Pai nosso Que estás nos Céus...." (General Douglas MacArthur) "Eu tenho muito orgulho do que conquistei..." costumamos dizer ao alcançar sucesso em nossa vida profissional. Gostamos de ser festejados, mencionados, reconhecidos, aplaudidos. E depois? De que servirá a nossa vitória? Que valor terá ao deixarmos este mundo se a vitória beneficiou apenas a nós mesmos? Quando as nossas atitudes têm o objetivo de espalhar bênçãos ao nosso redor, não apenas seremos reconhecidos por tudo o que alcançamos como também semearemos alegria e conquistas que produzirão frutos de vitória em muitos corações. Um momento de oração com a família, um gesto de amor para
com os colegas de trabalho, um abraço de consolo naqueles que estão abatidos, um sorriso e uma palavra de estímulo a um irmão que esfriou na fé, um testemunho de fortalecimento espiritual a alguém que se desviou dos caminhos do Senhor... produzirão muito mais reconhecimento do que todas as vitórias obtidas na estrada profissional de nosso êxito. Eu desejo, é claro, ser um vencedor em minha vida pessoal; mas, desejo com muito mais ardor, ouvir de meus filhos: "Meu pai é uma grande bênção para nós". Ficarei muito feliz ao ser promovido, no emprego, como prêmio pela minha dedicação e bom trabalho; mas, muito mais feliz serei se, junto com a minha promoção, vierem os abraços dos amigos dizendo: " Você tem sido um exemplo para todos nós e muito nos alegramos com a sua vitória". A bênção que você receber, com minha ajuda, será a maior de minhas conquistas.
DEUS te abencoe meu irmao(a), Abraco E Festas Felizes.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Uma Joia De Real Valor

Tudo o que você sabe é nada, diante do quanto você ainda pode aprender. "... Não tendes vós muito mais valor do que elas?" (Mateus 6:26) Uma família tinha um belo vaso que era uma relíquia dos antepassados. A pequena filha ouviu de sua mãe: "É nosso tesouro de família". Certo dia, ouviu-se um grande estrondo e a pequena menina começou a lamentar-se. A mãe, correndo, veio a seu encontro e a encontrou caída, chorando, ao lado do vaso quebrado. "Que aconteceu?" perguntou à filha. "Eu quebrei o tesouro de família", ela respondeu, ainda soluçando. Sua mãe a levantou e disse: "Sim, mas você está bem". Quando a menina se tornou adulta ela comentou: "eu descobri, naquele dia, que eu era o verdadeiro tesouro de família." É incrível como valorizamos as coisas materiais desse mundo, como se fossem tesouros imprescindíveis à nossa felicidade. Cremos que seremos felizes se tivermos muitos desses tesouros e infelizes se nada tivermos. Damos exagerado valor a coisas que não têm valor e não atinamos para o fato de que nós, filhos escolhidos e separados por Deus, somos os verdadeiros tesouros desse mundo. Somos nós que temos valor e não os objetos que possuímos ou não. Não é o nosso belo carro que herdará os Céus de glória, nem a nossa bela casa próxima ao mar, nem o grande saldo em nossas contas bancárias. Tudo isso é passageiro e ficará aqui neste mundo. O que realmente tem valor é a nossa vida. Foi por nós que Jesus veio a este mundo. Foi por nós que Ele morreu na cruz. Foi para nós que Ele preparou as moradas celestiais. Nós somos o tesouro real e eterno! Sim, temos muito mais valor que os pássaros de nosso verso inicial. Temos mais valor que as mais caras jóias desse mundo. Temos muito mais valor do que os anseios frustrados que ficaram para trás. Você é a grande jóia de Deus!
Deixe que Ele guarde esse tesouro... para sempre!
DEUS te abencoe meu irmao(a), Abraco e Festas Felizes.
Yola Tatiana Veiga Bastos

17 December 2010

Vivos Ou Petrificados?

Não existe nada que ajude mais um homem em sua conduta através da vida que o conhecimento das próprias fraquezas. "Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina" (2 Timóteo 4:1, 2). "A lei de qualquer igreja é, e sempre será, evangelizar ou petrificar." (George E. Sweazy)
"Evangelismo não faz parte do programa de trabalho da igreja; é o programa de trabalho da igreja." (Brett Blair) O que nós, igrejas vivas do Senhor, temos feito durante a nossa caminhada com Cristo. Qual tem sido o nosso propósito espiritual? Em que temos empenhado os talentos que recebemos de Deus? Muitas vezes passamos dias, meses e anos dizendo que somos discípulos de Jesus, mas, nunca falamos de Seu amor, nunca compartilhamos a bênção da salvação, nunca brilhamos como luz do mundo. Quando nos convidam para um retiro na fazenda, aceitamos com muito prazer. Quando nos convidam para um "passeio missionário", somos os primeiros a dizer "sim". Quando nos procuram para um festival de sorvete, uma noite do cachorro-quente, um jantar de namorados... exultamos de gozo e bradamos: "Sim, sim, sim!" E, quando somos convocados para um dia de evangelização nas ruas da cidade, ou na praça central, ou junto à Rodoviária local... estamos cansados, estamos ocupados, está muito calor, está chovendo, temos outros compromissos...!!! Nossos corações estão petrificados; nossas vidas espirituais estão petrificadas; nossa lâmpada está sem óleo, apagada e petrificada; nossa igreja está petrificada e o Senhor está triste e não pode nos chamar de "servos bons e fiéis". Eu não quero virar pedra, não quero envergonhar o Senhor a quem amo, não quero fingir que sou filho de Deus. Eu estou vivo, quero vibrar de felicidade proclamando o nome do meu Senhor e Salvador, quero repartir tudo de maravilhoso que tenho recebido de Cristo. E você? Está vivo ou já petrificou?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco e Festas Felizes, Yola Tatiana Veiga Bastos

16 December 2010

Nao E' Uma Mercadoria

O destino, como os dramaturgos, não anuncia as peripécias nem o desfecho. Sede santos, porque eu sou santo" (1 Pedro 1:16). Não é difícil, em nosso mundo, fazer uma pessoa se interessar pela mensagem do Evangelho. O que é terrivelmente difícil é fazê-la conservar o interesse. Milhões de pessoas, em nossa cultura, se decidem por Cristo, mas, a taxa de desgaste é enorme. Muitos proclamam que nasceram de novo, mas, as evidências de um discipulado cristão maduro são muito pequenas. Em nosso tipo de cultura, qualquer coisa, até notícias sobre Deus, pode ser vendido se tiver sido empacotado recentemente; mas, quando perder a novidade, torna-se um montão de lixo. existe um grande mercado de experiência religiosa em nosso mundo; mas, existe pouco entusiasmo e paciência para a aquisição de virtudes e pouca inclinação para o aprendizado longo do que gerações antigas de cristãos chamavam "santidade". O que tem movido os nossos corações a Cristo? A curiosidade? O fato de muitas pessoas estarem tomando o mesmo rumo? As ofertas de prosperidade, lucro fácil, riquezas e notoriedade? O que nos motiva a ir constantemente às reuniões, e passar ali um tempo cantando, orando e ouvindo um sermão? Jesus orientou seus discípulos para sair e pregar o Evangelho. Disse que aqueles que viessem a crer seriam salvos. O apóstolo Paulo disse que os que crêem e passam a viver uma nova vida em Cristo são completamente transformados. Terá isso acontecido, realmente, conosco? Cremos, verdadeiramente, na Palavra de Deus? E a partir do momento que cremos, fomos transformados? Deixamos o mundo para trás? Somos, sem dúvidas, novas criaturas? O Senhor Jesus não é uma mercadoria que compramos, como os presentes de Natal, que recebemos, usamos e, talvez, logo joguemos fora. Ele é a maior bênção que uma pessoa pode ter. Ele deve ser guardado no coração e vivido, por fé, por toda a nossa existência. Com Jesus no coração, a única coisa que podemos ainda buscar, para uma completa felicidade, é uma vida de virtudes e santidade, de obediência e submissão. Só assim seremos verdadeiros cristãos, só assim o Natal deixará de ser uma data comercial, só assim a nossa alegria será perfeita.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Desejo de um Natal Feliz e Abencoado.
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Nao Mais Maverick

O pensamento é a ação ensaiando. "E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor" (Mateus 9:36). Fora dos ranchos de gado do oeste americano perambulam livremente grandes bezerros conhecidos como "mavericks" (desgarrados, sem dono).
O proprietário passa a ser aquele que os encontra e coloca neles a sua marca, registrando-os em uma publicação anual local.
Uma pequena menina do oeste havia sido baptizada no fim de semana anterior. Seus companheiros da Escola Bíblica lhe perguntaram se sabia o significado da formalidade pelo qual havia passado.
Ela respondeu:
"Bem, eu lhes direi. Eu era uma pequena maverick nas campinas e Jesus me achou e colocou Sua marca em minha testa para que, ao me ver, saiba que sou uma de Suas filhas." Como é maravilhoso saber que não estamos mais desgarrados. Não estamos perdidos, não estamos caminhando sem rumo, não estamos sós e nem abandonados.
Alguém nos achou, alguém nos deu um nome, nos acariciou e consolou, nos vestiu de vestes santas e nos preparou um lar que nos abrigará para sempre. Sim, temos agora alguém que se importa connosco.
Ele nos registrou na publicação celestial
O Livro da Vida.
Ele é o nosso Senhor e Salvador e também o Amigo verdadeiro, de todos os momentos e de todas as circunstâncias. Éramos como os mavericks do oeste americano, mas fomos arrebanhados.
Fomos trazidos para o redil do amor de Deus. Somos agora os Seus filhos... os benditos do Pai.
Nós temos agora a marca do Senhor.
Ele nos reconhece por onde passamos.
E não somente Ele, todos nos reconhecem.
Os que deixaram de ser "maverick" brilham por onde passam e espalham o perfume de Cristo em todos os ambientes.
O Senhor é o nosso Pastor e nós somos Seu rebanho abençoado. Você já tem a marca do Senhor?
Seu nome já foi registrado no Livro da Vida?
Ou continua sendo maverick nas campinas do mundo?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco e desejo de Festas Felizes.
Yola Tatiana Veiga Bastos

15 December 2010

A Bandeira Que Garante A Vida

O desejo é expresso na carícia, o pensamento com a linguagem. "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por Cristo Jesus nosso Senhor" (Romanos 6:23). O grande pastor inglês, Charles Haddon Spurgeon, falou de um homem que havia sido condenado à morte por um tribunal espanhol. Como ele era um cidadão americano, nascido na Inglaterra, os cônsules de ambos os países resolveram intervir a seu favor. Justificaram que as autoridades espanholas não tinham o direito de tirar sua vida, mas, seus protestos foram ignorados. Por fim, enrolaram o prisioneiro com as bandeiras dos Estados Unidos e da Inglaterra. Desafiando o executor, os cônsules emitiram uma advertência: "Atire, se for ousado. E, se o fizer, terá os poderes de duas grandes nações contra você!" O prisioneiro permaneceu lá, mas, não houve nenhum disparo. Guardado pelas duas bandeiras e os governos que elas representavam, o prisioneiro estava totalmente protegido. Muitas vezes nos vemos prisioneiros de um mundo que nada tem a nos oferecer a não ser uma vida de sofrimentos. Vivemos rodeados de incertezas, de angústias, de decepções. Estamos prestes a sucumbir e nenhuma esperança existe em nossos corações. O pecado nos domina e ele nos conduz à morte. Mas, esta morte espiritual ainda pode ser evitada. Existe uma bandeira à nossa disposição! E ela não foi trazida por um cônsul de um país poderoso, mas, pelo Todo Poderoso Senhor do universo. Esta bandeira nos foi oferecida quando Jesus, o Filho do Deus vivo, se ofereceu para morrer na cruz em nosso lugar. Ele morreu para que fôssemos libertos da morte. E, ao morrer na cruz, a bandeira celestial foi enrolada em nós como garantia de nossa liberdade. Estamos salvos! Estamos livres! Fomos comprados pelo sangue de Cristo. Os enganos do mundo não têm poder contra a bandeira da vida. Os vícios do mundo não podem atingir a bandeira da vida. O pecado não pode consumir aqueles que estão protegidos pela bandeira da vida. Somos mais que vencedores! O Senhor é a nossa bandeira.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

9 December 2010

Em Qual Deles No's Cremos?

Não há homem de valor que permita que lhe arranquem do peito a fé na imortalidade. "Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará" (Salmos 37:5). O pai costumava, antes das refeições, orar agradecendo a Deus por todas as bênçãos recebidas por sua casa.
Logo após a oração, como também era seu hábito, iniciava as murmurações: "Essa carne está cada vez pior; e vejam o tamanho desses ovos, parece que diminuem a cada dia; as taxas de juros estão altíssimas; as batatas parecem plástico; o salário não dá para nada; o café está amargo; os preços estão absurdos.
Um dia, sua pequena filha virou-se para ele e perguntou:
"Papai, Deus ouve quando você Lhe agradece por todas as bênçãos?"
Mostrando um semblante confiante, ele respondeu:
"Sim, querida, Ele ouve".
"Papai", ela continuou,
"Deus também ouve quando você reclama sobre a carne e as batatas?" Mostrando, agora, alguma indecisão, ele respondeu:
"Sim, Ele ouve também".
"E em qual Deus você acredita?" Concluiu a menina. Aproveitando a pergunta da menina de nossa ilustração, podemos refletir e dar a nossa resposta pessoal.
Em qual Deus nós acreditamos?
A quem estamos entregando nossas vidas?
Em qual Deus estamos firmados para a edificação de nossa vida espiritual? Se nós cremos em um Deus Todo Poderoso e temos nos alegrado em Sua proteção, Seus cuidados e Sua provisão, por que reclamamos tanto?
Por que nossa família, nossos irmãos da igreja, nossos amigos e até companheiros de trabalho e estudos têm testemunhado nossas constantes murmurações? Cremos no nosso Deus ou não?
Abrimos, de verdade, nossos corações para o Senhor ou ele continua fechado? Se nós confiamos no Deus que servimos, saibamos agradecer-lhe por tudo.
Ele sabe o que é melhor para nós e o tempo certo para cada bênção.
Se eu tenho tudo, devo agradecer ao Senhor.
Se eu não tenho tudo, devo agradecer também, crendo que Ele está no controle de todas as coisas. Ele é o meu Deus e o meu Senhor em todas as ocasiões.
Eu sou feliz por isso e as circunstâncias não mudarão o meu pensamento e nem impedirão a minha felicidade. Eu creio no Deus a quem sirvo, e você?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Melodia Ou Apenas Barulho?

Todas as alegrias são fugitivas, menos a de sentir-se puro e bom. "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine" (1 Coríntios 13:1). Certa noite, um adolescente voltou cedo para casa após o ensaio do Coral Jovem da igreja. Seu pai ficou bastante surpreso. O rapaz jamais voltava cedo de qualquer coisa. Olhando por cima do jornal que estava lendo, o pai perguntou: "Por que você voltou tão cedo?"
"Nós tivemos que cancelar o ensaio desta semana", disse o jovem.
"O organista e o regente do Coral tiveram uma disputa terrível sobre como cantar 'Amor Divino', então, nós encerramos por hoje à noite." Parece engraçado o fato de alguém discutir ao tentar passar uma mensagem de amor divino, mas, na realidade, é muito triste.
De que adianta eu falar ou cantar o amor de Deus se este amor não existe em mim?
O meu testemunho, ao falar do amor do Senhor, deveria transmitir paz e tranquilidade e jamais contendas e desentendimento. Deus é amor e nós, como Seus filhos, devemos mostrar o que dEle aprendemos, o amor.
E o amor não exige direitos, não promove dissensões, não justifica atitudes egoístas, não provoca mal-estar.
O apóstolo Paulo diz que o amor tudo sofre, tudo suporta.
Quem ama oferece e não reivindica, serve ao próximo e não espera ser servido. Oferece o que tem e não espera recompensa. O Coral Jovem daquela igreja dispensou seus participantes porque não houve acordo no cantar o "Amor Divino".
Melhor seria se reunisse os "brigões" para que aprendessem o que significa o amor de Deus.
Cantavam sem saber o que é louvar, se reuniam sem entender o que significa estar unidos, estavam entre os que pregam, mas, deveriam estar entre os que necessitavam ouvir a pregação.
Eles eram apenas metais fazendo barulho.
Não transmitiam a verdadeira melodia celestial.
E nós?
DEUS e' fiel, DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

O Andar De Baixo E O De Cima

É na limitação que se revela o mestre. "E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus" (Lucas 12:19-21). Existe em Kansas, Estados Unidos, uma casa grande e pitoresca. Um cidadão local chamado Stone começou a construir uma mansão para ele. Depois de um certo tempo,seu dinheiro acabou.
O primeiro piso era magnífico: escadarias esculpidas, lareiras maciças, painéis de almofadados de madeira muito caros.
Mas o piso de cima foi concluído com o pinho mais barato.
No local a construção foi apelidada de "Loucura de Stone". De que forma nos parecemos com Stone?
Até onde vai a nossa loucura?
Temos nos preocupado, também, apenas com o "piso de baixo", ignorando completamente o "piso de cima"? Muitas vezes gastamos todas as nossas energias na busca de uma pretensa alegria, passageira, enganadora.
Esquecemos que o vento dos anos logo soprará tudo e, então, perceberemos que não haverá nada que garanta a nossa felicidade durante a eternidade. Investimos o que temos na construção de uma vida material próspera, luxuosa, capaz de causar inveja a muitos outros, igualmente insensatos.
O que nos interessa é apenas o piso de baixo.
Não nos importamos com o andar de cima, com a vida espiritual, que definirá se somos ou não abençoados e vitoriosos. Stone queria construir um palácio mas foi chamado de louco. Nós, quando o imitamos, ignorando o mais importante, o andar de cima, também estaremos agindo como loucos. Se queremos e podemos construir um belo primeiro piso, excelente.
Contudo, o mais importante, em nossa construção de vida, é o piso superior, o nosso relacionamento com o Senhor, que permanecerá para sempre. DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

29 November 2010

Limpando O Nosso Armazem

Se a oportunidade não bate, construa uma porta. "O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos" (Provérbios 17:22). Dizem que uma cascavel, quando encurralada, às vezes se torna tão perturbada que morde a si mesma.
Isto é exactamente o que acontece com aqueles que guardam ressentimentos contra outras pessoas acabam destruindo a si mesmos.
Pensamos que estamos prejudicando a outros, alimentando esses ódios e rancores no coração, mas, o dano maior é causado contra nós mesmos.
A quem julgamos fazer mal quando demonstramos mau-humor e grosserias? Quem sofrerá, de maneira especial, os efeitos de nosso rancor?
Quem perderá a paz quando nossa alma estiver ocupada com os ressentimentos e traumas do passado?
Que utilidade terá para nós um armazém espiritual onde guardamos as coisas ruins que experimentamos ao longo de toda a nossa vida? Os maiores sofredores seremos nós mesmos!
As tristezas irão corroer a nossa alegria, sepultar os nossos sonhos, secar os nossos ossos.
Nosso sorriso perderá o encanto, nossa luz estará sempre apagada, nosso encanto não terá qualquer cor. Deixaremos de amar, deixaremos de cantar, deixaremos de viver. Se ainda estamos guardando todas essas atitudes danosas no estoque de nosso armazém espiritual, está na hora de promover uma grande limpeza.
Vamos jogar tudo fora!
O prazo está vencido!
Elas não servem para nada a não ser tornar impura a nossa vida.
Vamos nos livrar dessa carga inútil e arrumar o nosso armazém.
Sem aqueles produtos nocivos, temos agora espaço livre para estocar amor, fé, amizade, esperança, solidariedade.
Vamos enfeitar o nosso armazém com a presença do Senhor Jesus e deixar as janelas abertas para que todos que passam por nós, contemplem as nossas bênçãos e sejam contagiados pela nossa felicidade. Você já limpou o armazém de seu coração?
Pretende começar agora mesmo?
DEUS te abencoe meu irmao(a), Abraco forte.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Vazamento Perigoso

"Quem não sabe nada tem de acreditar em tudo. "E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei..." (Daniel 1:8) Os jornais noticiaram, alguns anos atrás, que peixes estavam morrendo no Rio Reno.
Foi descoberto que cerca de 150 quilogramas de inseticida haviam vazado de uma barcaça.
Só uma quantidade minúscula era suficiente para matar o peixe. Semelhantemente, um pouco de ódio é capaz de contaminar nossas almas. Estamos nós permitindo que o ódio contamine nossos corações? Estamos deixando que as dúvidas sufoquem nossa fé?
Estamos sucumbindo diante das aflições, consentindo, assim, que morram as nossas esperanças?
Estamos permitindo que o inseticida espiritual deste mundo impeça a nossa salvação eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor? Vamos responder "não" a todas essas perguntas.
Vamos pedir a Deus que nos revista de Sua armadura e nos proteja contra os vazamentos da barcaça do pecado que percorre o mundo.
Vamos deixar que o Espírito Santo nos revista de força e poder, de confiança e determinação, de pureza e obediência.
Queremos andar com Deus, queremos receber as Suas maravilhosas bênçãos, queremos experimentar a verdadeira felicidade que Ele nos prometeu. Nós já ouvimos alguém dizer que o que nos faz tropeçar não é uma grande rocha, mas, uma pequena pedra.
Da mesma forma, uma pequena mentira, um pequeno rancor, uma pequena atitude mesquinha, uma pequena palavra proferida de forma ofensiva, uma pequena indiferença ao chamado de Deus, são capazes de tirar a nossa paz, de apagar o nosso brilho, de construir um abismo entre nós e o Senhor. Algumas pessoas chegam a brincar: "Meus pecados são tão pequeninos que ninguém percebe".
Há um famoso político que se gaba disso dizendo: "Uns quinze minutos no purgatório e estou pronto para ir para o Céu".
Mas, será isso verdade? Assim como um pouco de inseticida pode matar um peixe, um pequeno pecado pode matar a nossa vida espiritual e o nosso relacionamento com o Pai celestial. Portanto, procuremos andar na presença do Senhor, segurando em Sua mão e pedindo a Ele que nos proteja de todos os vazamentos pecaminosos que conduzem à morte espiritual. DEUS te abencoe meu irmao(a), abraco.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Vale Tudo?

Não tenha medo do sofrimento, pois nenhum coração jamás sofreu quando foi em busca dos seus sonhos. "... se alguém for temente a Deus, e fizer a sua vontade, a esse ele ouve" (João 9:31). Em um esforço aparente para promover a expansão da mensagem do Evangelho, alguém em uma cidade importante decidiu usar um spray de pintura para pintar a mensagem "Creia em Jesus" nas calçadas, viadutos e até nas caixas postais na área do centro da cidade.
Isto não era "evangelismo" mas, "vandalismo".
A mensagem correcta não justifica o uso de meios errados. Como estamos trabalhando para o nosso Deus.
O Senhor nos mandou pregar a Sua Palavra em toda parte , até nos lugares mais remotos do mundo, e, assim como seguimos aos Seus mandamentos, devemos também seguir os Seus ensinos quando à forma de nos comportar diante da sociedade em que vivemos. Podemos dizer que "vale tudo" quando o objetivo é falar de Jesus?
Temos o direito de agir de forma contrária a ensinada pelo próprio Cristo?
Afinal, se somos "luz do mundo" e o nosso brilho precisa ser notado por todos, como praticar atitudes que envergonham e entristecem ao Senhor dos senhores? Hoje, nas emissoras de televisão e rádio, vemos e ouvimos de tudo a respeito de Jesus, menos que Ele é o Senhor e Salvador e que aqueles que o seguem devem viver em Espírito e em verdade.
O "vale tudo"está escancarado!
O objetivo principal não é "quem crer será salvo" mas, quem crer ficará rico, terá fazendas, carros importados, fortunas acumuladas nos bancos, holofotes colocados em seus rostos como "homens e mulheres de sucesso".
Aqui na cidade onde moro, as reuniões são muito parecidas, canetas de ouro, chaves de ouro, chuva de ouro em pó... menos Jesus!
Na semana passada, recebi em minha caixa de correio um folheto convidando para uma semana de bênçãos em uma determinada igreja.
Eles diziam: "na segunda, Como ficar rico em poucos meses.
Na terça - Como pagar todas as suas dívidas rapidamente.
Na quarta - Como comprar seu carro novo e sua casa de praia. Na quinta..." e assim por diante!
Não havia um dia sequer em que a bênção era receber Jesus no coração, ter paz e vida abundante, ser feliz para sempre. Assim como sujar uma cidade com mensagens bíblicas não faz parte do ensino bíblico para o filho de Deus, também não faz parte o desvio da mensagem contida nas Sagradas Escrituras. No caso anterior, a mensagem era correta e a forma não.
Nos exemplos actuais, tudo está errado. Na vida cristã, não podemos pensar que "vale tudo".
O que vale é obedecer ao Senhor e produzir frutos que glorifiquem ao Seu nome.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Para Sempre

Um pressentimento é a criatividade tentando te dizer algo. "Da minha parte é feito um decreto, pelo qual em todo o domínio do meu reino os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel; porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre, e o seu reino não se pode destruir, e o seu domínio durará até o fim" (Daniel 6:26). Walter Winchell era um jornalista famoso durante a Segunda Guerra Mundial. Certa vez, durante uma semana particularmente tenebrosa, o porto de Cingapura caiu nas mãos dos japoneses.
Winchell concluiu seu noticiário com a seguinte sentença: "Cingapura caiu, mas a Rocha dos Séculos permanece." (Paul Powell) Sim, o Senhor dos senhores permanece. Permanece no coração daqueles que reconhecem Seu sacrifício, permanece de braços abertos para socorrer a todos que, angustiados, o buscam na esperança de serem abençoados e terem as vidas transformadas, permanece junto aos Seus discípulos, ungindo-os e dirigindo-os para que iluminem o mundo e proporcionem aos perdidos a oportunidade de uma nova vida, abundante e eterna. A Rocha dos Séculos permanece derramando a Sua paz e Seu amor para todos que, sem ânimo e forças, se prostram, derrotados, desalentados, sem esperança e sem futuro.
Ele permanece apesar do pecado que se alastra pelo mundo.
Ele permanece mesmo diante da indiferença daqueles que lhe viram as costas. Ele permanece ainda que muitos lhe neguem mais vezes do que Pedro, antes do galo cantar.
Ele permanece porque ama a todos, tanto bons como maus, tanto santos como pecadores.
Ele permanece e permanecerá até que se cumpram os tempos e a igreja santa e remida seja arrebatada para viver, com Ele, para sempre. O Senhor permanece e os que nEle confiam também permanecerão.
Quando esta vida passageira se acabar, o Senhor levará os Seus filhos para estar com Ele nas mansões eternas. O Senhor tem permanecido em seu coração?
Você crê que permanecerá com ele por toda a eternidade?
DEUS te abencoe meu irmao(a),abraco.
Yola Tatiana Veiga Bastos

20 November 2010

Uma Forca Para Os Filhos

O silêncio está tão repleto de sabedoria e de espírito em potência como o mármore não talhado é rico em escultura "Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele" (Provérbios 22:6). Um determinado estudo revelou que quando a mãe e o pai frequentam regularmente as reuniões da igreja, 72 por cento dos seus filhos permanecem firmes diante de Deus.
Se só o pai frequenta regularmente as reuniões, 55 por cento dos filhos permanecem fiéis.
Se apenas a mãe frequenta as reuniões, somente 15 por cento dos filhos permanecem na igreja.
Se nem a mãe e nem o pai frequentam regularmente os serviços da igreja, só 6 por cento permanecem.
As estatísticas falam por si mesmas.
O exemplo dos pais é mais importante do que todos os esforços da Escola Bíblica. Por onde estão caminhando os nossos filhos? O que eles têm feito?
Quais são os seus propósitos?
Estão eles colocados no altar do Senhor, gozando de Sua proteção e Suas bênçãos? Muitas vezes nos angustiamos pelo facto de nossos filhos estarem caminhando longe do Senhor.
Às vezes os vemos envolvidos com más companhias e vícios.
Pedimos a Deus que os liberte, que os faça reencontrar o caminho da salvação, que os transforme completamente, que lhes devolva a alegria de viver.
E, o que mais nos entristece, é saber que somos responsáveis, em grande parte, pela situação em que se encontram. Quando podíamos estar conduzindo-os para a igreja, preocupávamos com outras prioridades.
Quando eles pediam para que os levássemos à Escola Bíblica, inventávamos uma desculpa qualquer para não irmos.
Quando pediam para participar de alguma programação interessante, dizíamos que aquilo era bobagem e que havia coisa mais interessante a fazer. Eles foram esfriando, desanimando, esquecendo...
Eles cresceram e tomaram novos rumos.
Queremos levá-los agora ao culto, mas eles não querem mais. Se os nossos filhos estão indo às reuniões da igreja, não podemos deixar de acompanhá-los.
É a coisa mais importante de nossa vida.
É a nossa maior prioridade.
Nós lhes daremos o testemunho, os ajudaremos a crescer na fé e a força que irão adquirir nesse período os conduzirá, para sempre, na presença do Senhor dos senhores, o nosso Salvador Jesus Cristo.
Eu acompanho minha filha, sou o exemplo vivo dela, e voce meu irmao(a)?!
Abraco meu irmao(a), DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Uma Palavra Que Diz Tudo

O tempo diz o que a razão não pode dizer. "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim" (Gálatas 2:20). Em um cemitério, não muito distante de Nova Iorque, pode-se encontrar um sepulcro cuja lápide tem apenas uma palavra: "perdoado".
Não há qualquer nome, nem data de nascimento ou morte.
A pedra é adornada pela arte do escultor. Não existe nenhum epitáfio, nem qualquer elogio, apenas uma palavra: "Perdoado."
Mas, isto é o que de mais importante pode ser dito de qualquer pessoa, ou escrito em seu túmulo "Perdoado." Sim, é maravilhoso saber que todos os nossos pecados foram perdoados.
É uma bênção que não se pode comprar com dinheiro algum neste mundo.
Não adianta termos tudo se não tivermos Jesus no coração, livres de qualquer condenação. Não importa se o nosso passado não foi muito bom. Não importa se nossas atitudes não foram muito corretas.
Não importa o quanto tenhamos errado diante de Deus e dos homens. O que importa é que Cristo morreu por nós, para pagar as nossas culpas, para reconciliar-nos com o Pai. Agora somos novas criaturas.
Fomos perdoados.
Fomos regenerados.
Fomos santificados.
Estávamos nas trevas e agora brilha em nós a luz do Senhor.
Estávamos perdidos e fomos achados.
Estávamos mortos em nossos delitos e agora vivemos novamente. A nossa vida, agora, é muito melhor que a anterior.
É uma vida abundante e cheia de regozijo.
É uma vida com um propósito renovado.
É uma vida que durará para sempre! Você já reconheceu seus erros, pedindo a Deus perdão, em nome de Jesus?
Se já o fez, você também pode se alegrar plenamente, pois, com os pecados perdoados, viverá na presença do Senhor, não apenas aqui neste mundo, mas, por toda a eternidade.
Abraco Forte meu irmao(a).
DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Era Tolo Nao Sou Mais!

O entusiasmo é a maior força da alma. Conserva-o e nunca te faltará poder para conseguir o que desejas. "Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17). "Amigos verdadeiros são aqueles que, quando você sentir que fez de si mesmo um tolo, não sentem que você tenha feito um trabalho permanente." (Colleen Spencer) Deus nos chamou para que fôssemos esses amigos.
Ele nos comissionou para levarmos o consolo e a fé, uma palavra de ânimo e encorajamento, um ombro onde o desalentado possa recostar a cabeça, uma ajuda para mostrar que tudo pode ser revertido e uma nova vida, firme e vitoriosa, poderá ser começada.
Jesus, o maior de todos os amigos, pode fazer de um homem caído e derrotado, um grande vencedor, um grande conquistador. Cada um de nós comete tolices durante a vida.
Mesmo com a melhor das intenções, estamos sujeitos a falhar, a tomar atitudes precipitadas, a andar por caminhos que não levam a lugar algum.
Achamos que estamos certos e não estamos; achamos que somos capazes de realizar uma tarefa e não somos; achamos que somos espertos e não passamos de tolos. Mas isso pode ser mudado! Reconhecer erros é o primeiro passo para acertar.
Pedir ajuda é o começo de uma nova vida, agora com possibilidades de sucesso. O Senhor está de braços abertos para nos abençoar.
Ele é o grande ajudador e o caminho certo para uma transformação total.
Se queremos ser novas criaturas, devemos nos apresentar diante dEle e confessar que fomos tolos, mas, não o queremos ser mais.
Ele nos ouvirá...
Ele nos atenderá...
A nossa vida será nova. Se você sente que suas atitudes, até agora, foram tolas, não desanime.
Tudo pode ser mudado, ainda há tempo de você recomeçar.
Cristo, o seu grande Amigo, quer segurar sua mão e caminhar com você por um novo caminho. Com Ele você será realmente feliz.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Activos Em Que?

A grandeza humana não consiste apenas em ter sabedoria e sim em sabermos usá-la. "... e tu, sê uma bênção" (Gênesis 12:2). Um menino, em conversa com seu tio, pergunta: "Tio Carlos, quantos membros existem em sua igreja?"
"Vinte", respondeu o tio. "E todos são ativos?" perguntou novamente o menino.
O tio concluiu: "Sim, são muito... muito activos, dez deles estão sempre criando confusão e os outros dez estão me deixando de cabelos brancos." A nossa anedota, que serve de ilustração para esta pequena reflexão, nos leva a pensar sobre o nosso comportamento, não apenas na Congregação que nos reunimos como em todos os relacionamentos que temos com as demais pessoas.
O que pensam de nós as pessoas com quem moramos?
E os amigos do trabalho ou da escola?
E as pessoas com quem convivemos no dia a dia? Muitas vezes somos conhecidos como alguém "que só cria problemas e transtornos".
E não são raras as vezes que todos se afastam de nós para evitar aborrecimentos.
Dizemos que somos luz mas estamos sempre apagados.
O Senhor espera que sejamos como o "sal da terra" mas somos insípidos, desagradáveis, antipáticos. E se isso é verdade em nossas vidas, está na hora de haver uma mudança!
Somos escolhidos de Deus; fomos enviados para abençoar a todos; estamos no mundo para animar os corações, para sorrir para os desalentados, para semear fé onde há desesperança. Precisamos, sim, ser activos na obra de Deus.
Mas, não como as figuras de nossa historieta.
Devemos ser ativos no amor, na compreensão, na humildade, na simpatia, no propósito de fortalecer as almas dos aflitos e angustiados. É necessário que sejamos ativos, não apenas na igreja, como em tudo na vida.
É isso o que o Senhor espera de nós.
É isso que esperamos ser para Ele. Você tem sido ativo?
Em que?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

O Livro Da Vida Do Cordeiro

Quando não se tem nada, não há nada a perder.
"E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro"
(Apocalipse 21:27). "Quando nós estávamos voltando da Escola Bíblica de Férias, em certo dia de verão, minha filha pequena, Melissa, pediu para pararmos na Biblioteca.
Eu lhe perguntei por que queria ir até a Biblioteca e ela me explicou:
"Minha professora disse, esta manhã, que só entraremos no Céu se o nosso nome estiver inscrito no Livro da Vida do Cordeiro. Eu quero ter certeza de que meu nome está lá."
A lição da Escola Bíblica falou ao coração da pequena menina que ficou convencida de que seu nome precisava estar colocado no Livro de Deus.
Tudo que ela aprendeu naqueles dias de férias ficou gravado em seu coração e ela não queria, de forma alguma, ficar longe de Deus por toda a eternidade. Apesar de ainda muito jovem, aquela menina se encheu de alegria com as promessas do Senhor e decidiu que sua vida seguiria a vontade de Deus e que desfrutaria de Seu amor, Sua graça e Suas bênçãos. E que pensamos nós a respeito da vida eterna e da salvação em Cristo?
Que valor temos dado ao fato de Jesus ter morrido por nós para perdoar nossos pecados e inserir nosso nome em Seu Livro santo?
O que tem sido mais importante para nós: uma vida incerta de prazeres neste mundo ou a vida para sempre com Deus nos Céus? Às vezes nos preocupamos tanto com nossa vida material, com sucesso e dinheiro, com uma felicidade fictícia e passageira, que esquecemos de louvar e adorar ao Senhor, de caminhar no centro de Sua vontade, de buscá-lo para cada necessidade e decisão a tomar.
Achamos que somos capazes de conquistar nossos sonhos sozinhos, de alcançar sucesso por nossa própria capacidade, de atingir os nossos objetivos sem a ajuda de quem quer que seja.
E, quando percebemos que somos falhos, que nossa capacidade é limitada, que os conselhos seguidos não eram bons, lembramos do Senhor. Corremos até Ele em oração, pedindo que nos ajude a sair da enrascada que nos metemos. Tudo seria mais fácil e mais tranquilo se O buscássemos em primeiro lugar.
Muito choro e muitas decepções seriam evitados e muitas bênçãos já teriam sido recebidas. Você crê que seu nome está inscrito no Livro da Vida?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Limpando A Peneira

Nenhum homem é rico o bastante para comprar seu passado, nem tão pobre que precise vender seu futuro.
"... como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra" (Efésios 5:25, 26). Um jovem, ainda novo em sua fé cristã,sentia-se desencorajado em suas tentativas de ler e memorizar a Palavra de Deus.
Ele falou a seu pastor: "Não adianta, não importa o quanto eu leia, sempre esqueço o que acabei de ler".
O sábio pastor lhe respondeu: "Anime-se. Quando você despeja água sobre uma peneira, não importa a quantidade, não conseguirá retê-la sobre ela, mas, acabará com uma peneira limpa." Que tipo de relacionamento estamos tendo com a Palavra de Deus?
Temos procurado moldar nossas vidas pelos seus ensinos?
Temos dedicado algum tempo para estudá-la?
Tem ela produzido frutos em nossas atitudes diárias? Quando lemos a Bíblia, da mesma forma que o jovem de nossa ilustração, temos dificuldades em assimilar o seu conteúdo. Muitas coisas, quando lemos pela primeira vez, não conseguimos entender. Muitas passagens, logo esquecemos. Mas uma coisa é certa: quanto mais lemos as Escrituras, mais purificados somos em nossa vida espiritual.
Ela, mesmo que não seja retida em nossa mente, vai nos lavando por dentro e por fora, fazendo aparecer o brilho característico daqueles que são chamados "filhos de Deus". Temos nós deixado a Palavra lavar nossas vidas, nossa peneira espiritual?
Temos nos colocado como luz do mundo e sal da terra em todos os ambientes que frequentamos?
Temos sido, de verdade, a bênção que todo servo de Deus precisa ser? Você tem permitido que o Senhor o purifique, lavando-o com a água de Sua Palavra?
Sua vida, assim como a peneira, tem estado brilhando?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

11 November 2010

Honestos... Ou Nao?

Tu és o arquiteto de teu próprio destino. Trabalha, espera e ousa.
"E encurvam a língua como se fosse o seu arco, para a mentira..." (Jeremias 9:3). Um pastor, ao despedir-se de sua congregação ao final do culto, pediu que todos lessem, durante a semana, o Capítulo 53 do Livro de Jeremias.
No final de semana seguinte, ele começou o sermão da seguinte maneira: "Hoje eu quero falar sobre honestidade".
Perguntou, então, quem havia lido Jeremias 53, como ele havia pedido.
Mais da metade da Congregação levantou as mãos, confirmando que haviam atendido ao apelo do pastor.
"Bem", disse ele, "Jeremias só tem 52 Capítulos e o meu sermão desta noite será dirigido a vocês que levantaram as mãos. Desde agora eu lhes digo que estou muito preocupado com suas vidas espirituais." Que tipo de testemunho temos oferecido diante do altar do Senhor?
Temos procurado engrandecer o nome de Jesus em tudo o que fazemos e falamos?
Podem, as pessoas que nos conhecem, declarar que temos sido autênticos em nossa vida cristã?
Tem a nossa vida espiritual brilhado, tanto nas reuniões da igreja, como no trabalho, na Faculdade, no supermercado, nas conversas com os amigos...? O pregador de nossa ilustração se disse preocupado com os membros de sua Congregação.
E nós, temos estado preocupados com as nossas vidas espirituais?
Temos nos colocado diante de Deus, certos de que nada temos de nos envergonhar? Podemos declarar, sem temor, que ouviremos o Senhor nos chamar pelo nome, dizendo: "Vinde benditos de Meu Pai?" O que fazemos quando cometemos erros?
Procuramos escondê-los, como se isso fosse possível, ou confessamos ao Senhor as nossas falhas, esperando o Seu perdão e o Seu fortalecimento, para que possamos resistir às tentações quando as enfrentarmos novamente? O nosso Senhor é a Verdade e esta é a única alternativa para aqueles que são chamados "filhos de Deus" e que querem adorá-lo em todas as suas atitudes. Sua vida tem mostrado honestidade diante de Deus?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Aprendendo A Esperar

Quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho.
"Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão" (Isaías 40:31). "A esperança Cristã é a esperança que viu tudo e suportou tudo, sem se desesperar, porque ela crê em Deus. A esperança Cristã não espera no espírito humano, na bondade humana, na resistência humana, na realização humana; a esperança cristã espera no poder de Deus." (William Barclay)
Em que, nós cristãos, estamos esperando?
Onde estamos depositando a nossa confiança?
Em que temos gasto nosso tempo e determinação?
A quem estamos entregando nossos sonhos de vitória e felicidade? Muitas vezes nos queixamos de má sorte, de derrotas, de frustrações, de insatisfação com a vida, por não conseguirmos atingir as nossas metas e nem chegar a lugar algum em nossas andanças neste mundo.
Todos conseguem alcançar seus objetivos e nós sempre ficamos para trás. Estamos sempre sendo derrotados porque não entendemos que as grandes vitórias vêm do Grande Vencedor, nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Temos nos sentido fracos porque buscamos poder em homens e não no Deus que é Todo Poderoso. Quando confiamos no Senhor, sabemos esperar a hora certa e a forma correta de receber as bênçãos almejadas.
Estamos prontos a suportar as lutas e dificuldades do caminho, compreendendo que lições serão tiradas de todas as experiências vividas e que um edifício sólido e firme estará sendo formado em nós que servirá de morada do Espírito Santo de Deus. Se a nossa esperança está colocada em amigos, parentes ou pessoas influentes, ela é fraca e incerta.
Podemos obter um resultado positivo ou não.
Podemos ganhar ou perder.
Porém, se está direcionada para o Senhor, trará, com certeza, muita alegria aos nossos corações e será sempre vitoriosa. Você tem esperado em quem?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Proximos Ao Abismo

A saudade é a memória do coração. "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia" (1Coríntios 10:12). Alguém, que viajou pelas montanhas rochosas canadenses, contou que notou uma grande quantidade de árvores crescendo junto à beira dos precipícios.
Muitas delas tinham suas raízes quase que totalmente descobertas.
Elas cresceram muito próximo do abismo. Que semelhança pode haver entre aquelas árvores e muitos de nós, cristãos?
É simples: professamos a fé no Senhor Jesus e continuamos vivendo perigosamente à beira do abismo.
Nossos alicerces espirituais estão presos, parte junto ao altar de Deus e parte junto ao despenhadeiro das armadilhas mundanas. Pendemos para um lado e para outro e, na maioria das vezes, acabamos rolando encosta abaixo, sem a perspectiva de conseguir subir novamente. Quem olha de longe vê as árvores frondosas e firmes.
Ao se aproximarem, percebem que elas não têm firmeza alguma. Quando estamos na igreja, assistindo as reuniões, parecemos estar firmes e comprometidos com o Senhor e com a obra que nos confiou.
Porém, quando alguém se aproxima de nós e passa a nos conhecer na intimidade, verifica que estamos "pelas pontas", quase caindo, quase sucumbindo, quase igualmente perdidos. As árvores das montanhas canadenses não podem mover-se para um lugar mais seguro, porém, nós podemos.
É preciso que paremos de brincar de santos e servos e passemos a viver verdadeiramente na presença do Senhor.
Nossas raízes espirituais devem estar plantadas solidamente, na obediência a Deus, na vida de oração e testemunho, na busca incessante dos ensinos de Cristo, contidos na Sua Palavra santa. Você vai continuar brincando de "cai não cai" ou vai procurar se firmar definitivamente na presença do Senhor Jesus?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Como Um Submarino

Um bom chefe faz com que homens comuns façam coisas incomuns.
"Não são do mundo, como eu do mundo não sou" (João 17:16).
"Nós estamos no mundo mas não somos do mundo. Podemos ilustrar essa verdade olhando para um submarino.
Está na água mas não é da água. Se ele estiver no chão, fora da água, não serve para nenhum propósito... pois, não está realizando sua missão.
Quando ele está na água, deve estar separado (não isolado) da água.
Quando a água entra no submarino, é motivo de alarme e emergência.
Nós, da mesma forma, devemos ser separados do mundo mas, não isolados do mundo." (Wayne Sams)
Grande é o propósito do Senhor na vida daqueles que estão no mundo e, ao mesmo tempo, separados dele.
O Senhor Jesus entrou em nossos corações para que fôssemos a Sua igreja reluzente, vivendo no mundo sem luz, iluminando-o, sem que a nossa luz seja ofuscada por sua escuridão.
Esta é a nossa missão e nenhum propósito haveria em nos afastar do mundo. Se as trevas nos rodeiam, vamos semear a luz do Senhor.
Se as mentiras se aproximam de todos os lados, vamos rebatê-las com a Verdade que liberta.
Se nossos amigos continuam andando sem rumo, vamos mostrar-lhes o verdadeiro Caminho. Para isso fomos salvos, para isso fomos libertos, para isso fomos chamados para sermos bênção e para abençoarmos a todos aqueles para os quais fomos enviados. E como garantia que a nossa missão será cumprida perfeitamente, não podemos permitir que o pecado nos atinja. Assim como o submarino aciona o alarme de emergência quando a água penetra em seu interior, deixemos o alarme de Deus ligado para impedir que o mundo penetre em nossas vidas. Quando as nossas atitudes são revestidas de oração e submissão à vontade do Senhor, as portas de nossos corações estarão lacradas contra os enganos e armadilhas do maligno. Estaremos no mundo, seremos sal para dar sabor e luz para clarear os ambientes, e a missão que o Senhor nos confiou será realizada plenamente, engrandecendo e glorificando o Seu nome. Sua vida espiritual tem cumprido os propósitos de Deus?
Abraco meu irmao (a), DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

Perdendo A Vida Para Ganha'-la

"Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á" (Mateus 10:39). Um soldado, evangelizado por um obreiro cristão, declara: "eu posso entender agora! Deus não espera que eu viva Sua vida sem primeiro me conceder Seu caráter".
A fé que implanta o caráter de Deus no coração do homem é a fé que salva e a fé que não implanta não é a fé que salva.
Mesmo que o homem diga que acredita haver salvação eterna em Jesus Cristo, esta declaração não o salvará, mas, oferecendo sua vida a Cristo e negando-se a si mesmo, será salvo.
A fé que nos faz correr para os braços de Jesus, salva; a fé que nos mantém parados não salva.
Nossas obras de fé emanam de uma origem de padrões morais que nós não criamos e que nós não podemos destruir e que estão acima das leis de fabricação humana. Que frutos têm produzido a nossa fé?
Ela tem transformado nossa maneira de viver?
Nossas atitudes comprovam que a fé implantada em nosso coração é verdadeira e glorifica o nome do Senhor? Se cremos verdadeiramente em Deus e oferecemos nossas vidas a Seu serviço, por que ainda murmuramos?
Se o amor do Senhor está colocado em nosso ser, por que ainda caminhamos longe de Seus ensinos?
Temos procurado satisfazer nossa vida como se fosse a maior vitória a alcançar ou a temos depositado no altar de Deus para achá-la definitivamente? A fé que salva nos motiva a buscar ardentemente as coisas do Senhor.
Ela nos leva a entender que sem Ele, nada podemos fazer.
Ela nos conduz em paz e alegria seja qual for a situação que estejamos vivendo. Sabemos que o Senhor está em nós e que devemos ser uma bênção em Suas mãos. A fé que salva nos ensina a perder a vida de supostos prazeres para ganhar a vida de verdadeira felicidade. Você tem ganho ou perdido a sua vida?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco Yola Tatiana Veiga Bastos

3 November 2010

Interesse Maior

Nunca confunda movimento com acção. O Centro para a Ciência em Interesses Públicos, uma organização de saúde sem fins lucrativos, fez uma pesquisa entre alunos na faixa de 8 a 12 anos de idade, em Washington e Maryland, nos Estados Unidos.
Eles conheciam mais sobre bebidas (5.2 marcas identificadas) do que sobre Presidentes dos Estados Unidos (4.8).
Uma menina de 10 anos de idade conseguiu nomear 14 bebidas alcoólicas diferentes e só 4 Presidentes. Essa é uma realidade global. Não apenas nos Estados Unidos mas, em todo o mundo, os vícios têm tomado conta de vidas incautas que se deixam levar pela sedução do que parece bom e, na realidade, só traz tristezas e destruição. Ao ler o texto de nossa ilustração inicial, eu comecei a refletir sobre a nossa vida cristã.
Quais têm sido as nossas prioridades?
Quais as nossas principais motivações?
O que tem despertado o nosso interesse?
O que tem marcado as nossas vidas espirituais? Se um entrevistador, de qualquer Instituto de Pesquisa, viesse nos perguntar sobre as nossas melhores lembranças de vida, o que responderíamos?
Será que colocaríamos a experiência do encontro com o nosso Senhor Jesus Cristo em primeiro lugar?
Será que lembraríamos dessa bênção, pelo menos entre os cinco primeiros?
E as demais escolhas, estariam relacionadas com a nossa vida com Deus ou com o mundo? Quando estamos ao lado de parentes e amigos, quais são os temas principais de nossas conversas?
Falamos de dinheiro? Falamos de namoro?
Falamos de roupas novas?
Falamos do trabalho?
E das bênçãos do dia, será que nos lembramos? Qual tem sido seu maior interesse?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

27 October 2010

Livres Do Viveiro Do Pecado

Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros foram. "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (João 8:36). Um camundongo branco estava dentro do viveiro de umaserpente. A serpente foi coberta com palha para que não comesse o camundongo. Mas, a única solução correcta seria retirar o camundongo de dentro do viveiro". "Não importa o quanto trabalhemos arduamente para cobrir ou negar nossa natureza pecaminosa. É trabalho de tolo. O pecado despertará do sono e escapará da cobertura. Se não fosse a mão salvadora do Mestre, o pecado nos comeria vivos. O que temos feito para nos livrar do pecado que nos atormenta e nos destrói? Temos tentado encobri-lo? Temos procurado negá-lo? Temos tentado fazer de conta que ele não existe ou não nos fará dano? Enquanto estivermos vivendo dentro do "viveiro do pecado", estaremos correndo grande risco. Não teremos paz e nem alegria, não teremos esperanças e nem sonhos realizados, não teremos salvação e não veremos as mãos de deus estendidas para nos abençoar. É preciso que estejamos bem longe dele, guardados, protegidos, livres. É preciso que peçamos ao Senhor que não deixe que ele se aproxime novamente de nós. É necessário que nossos pés caminhem por sendas puras e santas, para que o pecado não mais nos encontre e nem nos domine. Se nós guardamos o pecado em algum lugar de nossa vida, crendo que somos capazes de resisti-lo, provavelmente ele logo acordará e nos atacará novamente. Se cremos que podemos conviver com ele sem que atrapalhe nossa comunhão com Cristo, enganamo-nos seriamente e a qualquer momento nos destruirá. Se cremos que somos fortes e que podemos andar lado a lado com o pecado, o nosso futuro poderá ser amargo e angustiante. Como a nossa ilustração, a melhor solução para uma vitória total e definitiva, é sermos retirados, pelo Senhor nosso Deus, do viveiro do pecado... para sempre. DEUS te abencoe meu irmao(a) Yola Tatiana Veiga Bastos

24 October 2010

Prato Novo

Nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direção errada. "E ele disse: Trazei-me um prato novo, e ponde nele sal.
E lho trouxeram" (2 Reis 2:20). Se eu endireitar os quadros nas paredes de sua casa, eu não estou cometendo nenhum pecado, não é?
Mas, se a sua casa estiver em chamas e eu for, calmamente, endireitar os quadros, o que você diria?
Você pensaria que eu sou completamente estúpida ou que estaria agindo com maldade?
O mundo hoje está queimando.
O que está você fazendo para extinguir o fogo? (Corrie Ten Boom) Como responderíamos à pergunta de Corrie?
Neste mundo dominado pelo pecado, estamos trabalhando para conduzir os perdidos ao Senhor ou estamos nos adaptando às circunstâncias sem maiores preocupações?
As coisas velhas foram deixadas, realmente, para trás ou as estamos limpando, pintando, dando uma arrumada ligeira, para que pareçam novas?
Somos quadros no meio das chamas ou já fomos retirados delas? O profeta, em nosso verso inicial, foi chamado para resolver o problema de águas impróprias para beber em Jericó.
Qual sua primeira providência? Pediu um prato novo. Um velho, trincado e com bordas quebradas, não serviria para seus propósitos. Da mesma forma, se desejamos glorificar ao Senhor e deixar que nos use poderosamente, não podemos permanecer no mundo, como quadros que nada enfeitam e só servem para alimentar as chamas já existentes. Não podemos enfeitar paredes de mentiras, nem de ódio, nem de indiferença, nem de egoísmo, nem de palavrões, nem de pornografia, nem de vícios, nem de falsidade. A vida do filho de Deus, chamado para ser uma bênção e para abençoar o mundo, deve ser nova, limpa, verdadeira, cheia de brilho para destruir a escuridão das trevas ao seu redor. Nossas vidas estão se adaptando ao mundo ou transformando-o?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Yola Tatiana Veiga Bastos

21 October 2010

Sementes E Colheitas

Nossas mentes possuem por natureza um insaciável desejo de saber a verdade. "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gálatas 6:7). Quando um portal na jurisdição de Nova Iorque e Nova Jersey publicou um anúncio procurando eletricistas com especialização em conectores Sontag, recebeu 170 respostas, embora conectores Sontag não existam.
O portal publicou o anúncio para saber quantos candidatos falsificam currículos. (Peter LeVine - 15 de julho de 1993) Até que ponto estamos dispostos a fraudar, enganar e mentir, para alcançar os nossos objetivos?
Poderemos esperar algum tipo de sucesso quando andamos pelo caminho da desonestidade?
Podemos contar com as bênçãos de Deus se não somos sinceros em nossas atitudes? Muitas vezes questionamos a nossa "falta de sorte" quando, na realidade, apenas colhemos os frutos da indiferença ao Senhor, semeados ao longo de nossa existência.
Se semeamos mentiras, colhemos tristeza e ilusão.
Se semeamos verdades, colhemos alegria e bênçãos.
O nosso Deus é Verdade e para contar com as janelas abertas do Céu, necessitamos viver em sinceridade e retidão. Às vezes pensamos que uma pequena informação falsa em um currículo ou em qualquer outra transação comercial não tem problema algum.
É apenas uma "mentirinha"!
E como poderemos pedir a Deus que abra as portas para nós?
E como poderemos pedir a bênção naquela situação? Deus não nos abençoa nas mentiras, não nos dá vitórias nos atos desonestos, não nos sustenta quando agimos enganosamente.
Ele sempre estará de braços abertos para nos guardar, para nos socorrer, para nos edificar, para nos abençoar, quando firmamos nossos pés na verdade e na pureza. O que você tem semeado?
O que espera colher?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Tatiana Veiga Bastos

15 October 2010

Patrimonio Espiritual

Cada um tem de mim exatamente o que cativou. "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração"
(Mateus 6:19-21). Uma descoberta recente, em Pompéia, esclarece o fato de um certo religioso que foge do templo ao chegar a advertência de que a cidade seria destruída. Mas, os tesouros do templo por que ele deveria deixá-los para trás?
Ele deve ter retornado para buscá-los.
A seguir, ele tentou fugir novamente mas não conseguiu ir longe.
A destruição se consumou e ele estava perdido.
Se não fosse a sua preocupação com os tesouros deste mundo, sua vida teria sido poupada. Quando o nosso coração vive preso aos tesouros daqui de baixo, da terra, acaba perdendo a oportunidade de gozar das delícias advindas dos tesouros celestiais. Preocupamo-nos muito com as coisas que perecem e esquecemo-nos do que é mais importante e permanece para sempre. É estranho que estejamos valorizando sempre uma coisa que logo nos será inútil e não pensemos nos valores eternos que muito mais prazer e alegria nos darão. Somos capazes de perder a vida por causa dos tesouros do mundo e não somos capazes de ganhar a vida ajuntando os tesouros do Céu! Qual o nosso projeto de felicidade?
Ter jóias?
Ter muito dinheiro no banco?
Ter imóveis para mostrar nosso sucesso financeiro?
Trocar de carro a todo instante?
E se tivermos tudo isso, seremos realmente felizes?
E, se por acaso perdemos tudo outra vez, perderemos também a felicidade? Os tesouros de Deus nos são dados gratuitamente e nunca os perderemos.
A felicidade também nos é dada gratuitamente e não nos será tomada.
Investir em um patrimônio espiritual nos garante uma vida abundante e eterna. Em que patrimônio você tem investido?
Abraco meu irmao(a), DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

14 October 2010

Pronto Para Atender Pedidos

"E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis" (Mateus 21:22). O senhor Walter Raleigh, certa vez, aproximou-se da Rainha e lhe fez um pedido. Ela, mal-humorada, respondeu:
"Raleigh, quando você parará de me fazer pedidos?"
Walter respondeu: "Quando sua Majestade parar de me atender."
Seu pedido foi concedido. Mas o Deus de toda graça nunca se cansa de nossos pedidos e nunca nos reprova por vir a Ele. (Henry W. Geia) Quantas vezes já fomos à presença do Senhor para lhe pedir alguma coisa?
E quantas vezes Ele nos ouviu com carinho?
É claro que não há limites para buscarmos ao nosso Deus.
Ele nos ama e tem prazer em atender a tudo aquilo que nos serve de bênção e edificação.
Mesmo quando a Sua resposta é "não", podemos ter a certeza de que é a melhor resposta para as nossas necessidades, sejam elas espirituais ou materiais. Se estamos aflitos, podemos buscar ao Senhor para pedir alívio e alegria.
Se estamos envolvidos em dúvidas, podemos ir a Ele para receber fé e esperança.
Se estamos presos a sentimentos religiosos que nenhum proveito espiritual pode produzir em nosso crescimento, podemos esperar que Ele nos concederá a liberdade de servi-lo e ser feliz. Nunca é tarde para que nos coloquemos diante do altar de Deus para lhe pedir que preencha o nosso coração de amor, de generosidade, de humildade e de firmeza espiritual.
A nossa vida se transformará e caminharemos pelas ruas desse mundo espalhando a luz que é própria daqueles que vivem na plenitude das bênçãos celestiais. O Senhor jamais se incomoda por irmos a Ele fazer pedidos. Ele sempre nos atende ou do jeito que pedimos ou de outra maneira, ainda melhor para nós.
Ele não nos recrimina e nem nos atende de mal-humor.
Está sempre de braços abertos para nos envolver com Seu carinho inigualável. Você tem algum pedido a fazer e não sabe a quem?
Vá directo a Deus!
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

11 October 2010

Como Uma Nota Rasgada E Queimada

"E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas" (Marcos 11:25). "Eu posso perdoar, mas, eu não posso esquecer" é apenas um modo de dizer "eu não perdoarei".
Perdão deve ser como uma nota cancelada, rasgada em duas e queimada totalmente, para nunca poder ser mostrada outra vez. (Henry Ward Beecher)
Muitas pessoas passam a vida sofrendo por não serem capazes de perdoar. Carregam, nas costas, o fardo da mágoa e do ressentimento sem perceber que todo o peso cessaria no momento que o largassem no chão.
Sabem qual o motivo de sua infelicidade, mas, não abdicam do direito de conservá-lo por todos os seus dias. Como no texto de Beecher, não esquecem porque não querem esquecer; não perdoam porque não querem perdoar; não têm a alegria de um coração livre porque não querem trocar o peso da falta a ser perdoada pelo bálsamo do amor e da felicidade oferecido pelo Senhor Jesus Cristo. E pior do que a falta de perdão por atitudes cometidas por outros é a falta de perdão aos erros cometidos por nós mesmos.
Às vezes cometemos falhas e nos sentimos frustrados por havê-las cometido. Mas não podemos viver eternamente nos questionando por isso.
Não podemos guardar no coração o sentimento de revolta por tomarmos atitudes que conduziram ao erro e nem por não termos tomado atitudes corretas por falta de ousadia e coragem. As quedas devem ser seguidas de um recomeço.
As frustrações devem dar lugar à fé.
Os erros, sejam de nosso próximo ou de nós mesmos, têm de ser substituídos por perdão.
Só assim viveremos abundantemente...
só assim seremos verdadeiramente felizes. Você tem rasgado e queimado as suas mágoas?
DEUS te abencoe, Abraco forte meu irmao(a)
Yola Tatiana Veiga Bastos

Tirando O Cisco Do Olho

Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, ali, ataque com a sua maior força. "Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão" (Mateus 7:4, 5).
O pastor encontrou-se com um membro que há muito não aparecia nas reuniões e comentou que estava sentindo sua falta.
"Eu não gosto de ir à igreja", disse o homem, "e o motivo é que existem muitos hipócritas lá". "Oh, não permita que eles o mantenham afastado", falou o pastor, "há sempre lugar para mais um." O que temos ido fazer nas reuniões que frequentamos?
Qual o nosso verdadeiro propósito?
Qual a nossa motivação?
O que almejamos encontrar ali, durante o tempo da reunião? O homem de nossa ilustração justificava sua ausência acusando os outros.
Na realidade, a razão de seu afastamento era ele mesmo.
Ele era um hipócrita e teimava em dizer que os demais o eram.
Ele não havia se comprometido, não tinha prazer em louvar a Deus, não amava o Senhor. Quando o Senhor não habita em nossos corações, só vemos defeitos nos outros, só percebemos as coisas negativas, achamos que todos estão sempre errados e os únicos certos somos nós.
Quase sempre estamos mal-humorados e murmuramos por motivos fúteis. Quando vamos ao templo, para cultuar ao Senhor, o nosso objetivo deve ser adorar a Deus.
A atitude a ser notada é a nossa e não as dos outros irmãos que lá estão.
Quem deve estar em santidade somos nós, quem precisa estar alegre e de bem com a vida somos nós, quem pretende ter a vida espiritual edificada somos nós mesmos.
Nós devemos motivar o ambiente e não sermos motivados ou desanimados por ele.
Nós somos a igreja de Cristo.
Precisamos brilhar por onde passamos, precisamos semear fé e esperança naqueles que encontramos, precisamos iluminar o templo quando lá entramos. Se encontramos fracos pelo caminho, vamos encorajá-los.
Se encontramos indecisos, vamos fortalecê-los com nosso testemunho.
Se encontramos perdidos que não sabem para onde vão, ajudemo-los a encontrar o Salvador. Você tem buscado tirar o cisco de seu próprio olho ou insiste em tirar o dos outros?
DEUS te abencoe meu irmao(a), Abraco.
Yola Tatiana Veiga Bastos