30 July 2010

Disfarce Inutil

"... disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores" (Mateus 7:15).
"Quando nada acontece, há um milagre que não estamos vendo." Ivan IV, foi o primeiro Czar de toda a Rússia. Ele era um homem tão cruel que eles o chamavam de "Ivan, O Terrível". Ele casou 7 vezes e maltratou todas as esposas. Ele era imoral e violento. Ele costumava lançar animais para fora dos muros do Kremlin só para assistir sua morte. Historiadores registram que, quando ele morreu, em 1584, rasparam sua cabeça e o enterraram com vestimentas de monge, para que Deus pensasse que Ivan, o Terrível, era um religioso e o aceitasse no Céu. Até que ponto temos usado disfarces em nossa vida espiritual? O verso de nossa introdução fala dos falsos profetas, mas podemos usá-lo em referência a todos os cristãos. Na igreja somos uma pessoa santa, sorridente e amável com os irmãos. Todos nos admiram e testemunham de nossa fé e dedicação cristã. Somos um exemplo de vida transformada. Quando chegamos ao trabalho, somos rabugentos, encrenqueiros, mal-humorados e odiados por todos. E o pior -- muitos sabem que frequentamos uma igreja e comentam: "Lá vai o santo do pau oco. Ele diz que é cristão, mas, parece mais um filho do demônio!" Isso nos entristece e, com certeza, entristece muito mais ao nosso Deus. O cristão precisa ser autêntico, transparente em suas atitudes, verdadeiro em sua fé. Ele não pode se esquecer de que é um filho de deus, representante do Céu aqui neste mundo, transformado para iluminar os caminhos escuros e para perfumar os ambientes por onde passa. Você acha que pode enganar a Deus e entrar no Céu disfarçado de outra pessoa?
Abraco meu irmao(a), Yola Tatiana Veiga Bastos
DEUS te abencoe

No comments:

Post a Comment