26 July 2010

Nada De Tristeza... So' Alegria

Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo.
"Tornaste o meu pranto em regozijo, tiraste o meu cilício, e me cingiste de alegria; para que a minha alma te cante louvores, e não se cale. Senhor, Deus meu, eu te louvarei para sempre" (Salmos 30:11, 12).
Depois de uma reunião para a consagração ao ministério cristão, uma mulher, com o semblante fechado, aproximou-se do pastor, recém ordenado, e falou: "O que você está fazendo, ainda jovem, é uma grande coisa -- renunciar as alegrias da vida para servir ao Senhor". A atitude daquela mulher reflete a convicção de muitos de que servir ao Senhor
significa abandonar a alegria e os prazeres da vida.
Para muitos, o Cristianismo parece levar as pessoas a uma vida sem motivação, cheia de regras e disciplinas desagradáveis, cerceando o seu estilo de vida e aniquilando seu espírito.
Mas será isso verdade? Claro que não! O Cristianismo nos liberta da opressão e da tristeza. Em Cristo passamos a ter uma vida nova, plena de gozo e felicidade, cheia de vitórias e bênçãos. Lembro de um antigo cântico jovem que dizia: "Não pode ser triste um coração que ama a Cristo; não pode ser triste um coração que ama a Deus". Eu não apenas cantei muito essa canção, nos tempos de minha juventude, como
confirmo que isso é verdade e tem marcado minha vida até os dias de hoje.
Servir ao Senhor foi uma decisão que tomei e de que jamais me arrependi. Eu tenho estado à disposição de meu Senhor há trinta e seis anos e posso assegurar que foram os melhores anos de toda a minha existência. Antes de ter um encontro verdadeiro com Cristo, nunca experimentei momentos de tamanho regozijo.
Servir ao Senhor não significa abandonar as alegrias da vida e sim, começar a caminhar na plenitude da completa felicidade.
Abraco meu irmao(a), Yola Tatiana Veiga Bastos
DEUS te abencoe grandemente

No comments:

Post a Comment