27 August 2010

Que Mais Poderiamos Almejar?

Todo conhecimento que não evolui torna-se um preconceito.
"Qual é, logo, a vossa bem-aventurança?'' (Gálatas 4:15).
Na antiga série de quadrinhos, uma criança veio até Charlie Brown e disse: "Sim, senhor, Charlie Brown. Abraão Lincoln foi um grande homem. . . . Charlie Brown, você gostaria de ter sido Abraão Lincoln?"
Ele reflectiu por um instante e respondeu:
"Bem, eu não sei... Eu já me esforço para ser o velho Charlie Brown!" Quanto tempo perdemos e quantas oportunidades deixamos passar simplesmente porque queremos ser aquilo que não somos.
Não desfrutamos a tão sonhada felicidade que cremos, teríamos, se fôssemos outra pessoa e também não vivemos a real felicidade que Deus nos preparou sendo aquilo que agora somos.
Temos uma vida boa e tranquila, mas invejamos as pessoas que, ao nosso ver, têm vida melhor do que a nossa.
Temos uma família maravilhosa, mas, não dormimos em paz imaginando como seria bom se a nossa família fosse outra.
E, enquanto isso acontece, nossos dias são insípidos e nossas vidas vazias. Somos filhos de Deus!
Haveria uma vida melhor que esta?
Temos Cristo no coração.
Poderíamos ter um convidado mais ilustre em nossa casa?
Somos mais que vitoriosos.
Que mais poderíamos almejar?
Nossos nomes estão incluídos no Livro da Vida.
Haveria dádiva maior a ansiar?
O Senhor nos preparou uma casa nos Céus.
Existe um patrimônio maior que este pelo qual deveríamos buscar?
E se temos tudo de que necessitamos para uma vida de prazer e felicidade, por que isso ainda não acontece?
Qual o motivo de nossa insatisfação e murmurações?
Está na hora de começarmos a viver abundantemente.
Está na hora de louvarmos e agradecermos a Deus por tudo o que somos e por tudo o que Ele nos dá.
Está na hora de reconhecermos que não precisamos de mais nada para sermos felizes.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

26 August 2010

Arvores Vicosas E Vigorosas

A abelha atarefada não tem tempo para a tristeza.
"O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do SENHOR florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos"
(Salmos 92:12-14). Lord Byron, um brilhante poeta, gastou sua vida em uma busca louca por prazeres. As pessoas, hoje, diriam: "Ele tentou viver sua vida".
Em desespero, ele escreveu: "Os espinhos que colhi são da árvore que plantei. Eles me rasgaram e estou sangrando. Eu devia ter sabido qual o fruto tal árvore daria." O que temos plantado na orla dos caminhos por onde passamos? O que esperamos encontrar na hora de colher os frutos?
Temos nos preocupado com isso?
Temos programado ver os resultados para o futuro? O início de nossas andanças pode ser fácil e até deslumbrante. Estamos jovens, cheios de vigor, cheios de fantasias. Podemos até pensar que plantar é suficiente, seja a planta que for.
Mas, e no futuro, o que encontraremos?
Árvores secas... sem sombra... sem frutos?
Poderemos até derrubar tais árvores e plantar novas, mas teremos ainda forças?
Teremos ainda o vigor do princípio? O melhor momento de plantarmos árvores que produzirão sombra e frutos é exactamente quando estamos em paz, sem angústias, sem aflições, sem desespero, sem culpas.
Nossas mentes estão limpas, nossos corações estão puros, nossas almas cheias de desejos ardentes de conquistas. O Senhor é o agricultor a quem devemos consultar.
Ele conhece tudo de plantações. Ele sabe a ocasião oportuna, o lugar adequado, o tempo propício para plantarmos nossas árvores.
Ele sabe como regá-las, como adubá-las e como tirar o proveito de tudo que elas têm a nos oferecer. Não queremos ver nossas árvores sem folhas, com galhos secos, tomadas por espinheiros.
Queremos que elas sejam uma bênção para todos que passam pelo mesmo caminho por onde passamos.
Queremos que todos glorifiquem a Deus ao vê-las frondosas e encantadoras.
Queremos ver as vidas felizes ao redor de tudo o que plantamos.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos Você tem plantado árvores? Sabe que frutos darão?

Bola De Gude - Acto De Amor

O plantar é opcional, a colheita é obrigatória.
"E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro" (Marcos 12:43). Certo dia, em uma igreja, um menino pobre viu todos os adultos colocando dinheiro em um cesto de ofertas. Ele não tinha nada em seu bolso além de cinco bolas de gude.
Ele as pegou e, levantando-se, colocou-as no cesto.
As pessoas ao redor sorriram ao vê-lo depositar, com toda a sua ingenuidade, aquela estranha oferta no cesto. Após a reunião, um diácono aproximou-se dele e perguntou se não desejava ter suas bolinhas de gude de volta. "Oh, não, eu as dei para o Senhor Jesus". Como o fato foi muito comentado na igreja, um dos membros, de bom poder financeiro, disse: "Eu dou 100 dólares pelas bolas de gude do menino".
Aquela atitude de amor do menino produziu, então, um novo milagre, comum a todos que amam ao Senhor: 5 centavos se transformaram em 100 dólares para a obra de Deus. Grandes milagres acontecem quando oferecemos aquilo que possuímos para o Senhor.
E não estou falando de dinheiro, mas, de amor. Às vezes perdemos nossa bênção porque achamos que a única coisa que podemos dar a Deus é dinheiro. E, se não temos dinheiro, achamos que não podemos dar nada. Outras vezes, damos muito dinheiro pensando que assim compraremos a bênção do Senhor, mas, como ela não está à venda, acabamos sem dinheiro e sem os milagres de Deus. Muitos lugares, hoje, estão de portas abertas oferecendo bênçãos, prosperidade e milagres em troca de uma certa quantia de dinheiro. A fé está sendo comercializada em todas as esquinas, mas não é este o ensino de Cristo.
Se fosse assim, o Senhor Jesus teria exaltado as grandes ofertas dos ricos e não a pequena e singela oferta da viúva pobre. Ele não considerou a quantia oferecida e sim o amor daquela viúva pela causa do Mestre. O garoto da nossa ilustração não tinha dinheiro, porém, deu a maior oferta daquela reunião. Não porque suas bolinhas de gude , de cinco centavos, proporcionaram uma arrecadação de cem dólares, mas, porque deu tudo o que tinha para o Senhor que já aprendera, bem jovem, a amar. E sua atitude, com toda certeza, despertou em todos daquela igreja um desejo ardente de ser uma bênção e um canal de milagres para Deus. O que você tem oferecido para o Senhor Jesus?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Um ''Fui Despedido'' Que Alegra O Coracao

Se você está satisfeito por ser simplesmente você mesmo e não se compara ou compete, todo mundo te respeita.
"... esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante" (Filipenses 3:13). Somerset Maugham, escritor inglês, escreveu certa vez uma história sobre um porteiro da Igreja de São Pedro, em Londres. Um dia um jovem vigário descobriu que o porteiro era analfabeto e o despediu.
Desempregado, o homem investiu suas escassas economias em uma minúscula loja.
Ele prosperou, comprou outras e, depois de certo tempo, possuía uma cadeia de lojas que valia alguns milhões de dólares.
Um dia, seu banqueiro lhe disse: "É verdade que você alcançou sucesso sendo analfabeto, mas, onde estaria hoje se soubesse ler e escrever?"
O homem sorriu e, calmamente, respondeu: "Eu seria um porteiro." Essa pequena história, relatada em nossa ilustração, é muito conhecida de todos, contada com muitas variações, e eu quero refletir de um novo ponto de vista: que seríamos hoje se não tivéssemos aberto o coração para Jesus? Um dia estávamos conformados com aquilo que o mundo nos oferece.
Festas, bebidas, vícios em geral, às vezes sucesso aqui e fracasso ali, às vezes uma alegria passageira e outras vezes angústias e decepções.
Era essa a nossa vida e achávamos que era assim com todo o mundo e não seria diferente conosco. Mas algo aconteceu!
O Senhor apareceu e nos "despediu" daquele mundo enganoso. Alguns diziam que a nova vida seria entediante não pode isso, não pode aquilo, e os prazeres cessariam. Não estaríamos mais livres para fazer o que queríamos. É claro que logo descobrimos que isso não era verdade. Passamos, sim, a ser livres! Livres para viver abundantemente, livres para cantar e sorrir, não de forma passageira, mas duradora, eterna.
Encontramos a verdadeira paz e a verdadeira felicidade. E hoje, mesmo que não nos perguntem, respondemos interiormente, com grande gozo na alma: Que maravilha foi, para mim, ter sido despedido daquele passado insignificante. Foi a maior bênção de minha vida.
Como sou feliz!
DEUS te abencoe irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Contar... Medir...Conquistar...

Não condene a opinião do outro porque ela difere da sua. Vocês dois podem estar errados.
"Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares" (Josué 1:9). Certa vez um capitão se aproximou do general e, mostrando grande preocupação, disse: "General, não podemos lutar contra eles.
Eles são muito numerosos e jamais conseguiremos vencê-los".
"Capitão", disse o General friamente, "nós não estamos aqui para contá-los e sim para conquistá-los.
Nós devemos e vamos conquistá-los".
E eles conquistaram. (Ossian Davies) Qual tem sido a nossa principal atividade no momento? Confiar plenamente na palavra do Senhor que nos assegura que somos mais do que vencedores ou contar e medir a quantidade e tamanho de nossas dificuldades? Muitas vezes perdemos dias maravilhosos de bênçãos oferecidos por nosso Deus, simplesmente porque continuamos preocupados com os problemas que o Senhor nos prometeu ajudar a resolver.
Parece até que as nossas lutas são maiores do que o Senhor, o que não é verdade.
A nossa parte, no processo de cada conquista, é esforço e ânimo".
O resto podemos deixar por conta do nosso amado Salvador. Quem tem um Grande Deus como nós temos, Todo Poderoso, não pode se deixar abater por simples tempestades. Ele caminha sobre as águas de nossas intempéries e, a um simples sinal, faz acalmarem os ventos que nos inquietam. Se as nossas lutas nos amedrontam, entreguemos tudo nas mãos do Senhor.
Se o futuro nos atemoriza, descansemos nos braços do Senhor.
Se nos julgamos incapazes de alcançar as vitórias almejadas, deixemos que o Senhor as vença por nós. Você ainda tem o hábito de medir e contar os obstáculos do caminho ou já colocou tudo no altar de Deus, agradecendo antecipadamente por todas as conquistas?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

19 August 2010

Vida Plena De Vitorias

Ninguém pode ser escravo de sua identidade: quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar.
"A tua palavra é muito pura; portanto, o teu servo a ama" (Salmos 119:140). "Pouca Palavra e pouca oração dá uma vida espiritual morta. Muita Palavra com pouca oração dá uma vida fraca e doente. Muita oração e pouca Palavra dá uma vida emocional.
Porém, uma medida completa de oração e Palavra, todos os dias, dá uma vida saudável e poderosa." (Andrew Murray) Como está a nossa vida espiritual?
Temos nos aplicado à leitura das Escrituras?
Tem sido a Bíblia o nosso manual de fé e esperança?
Temos buscado na Palavra de Deus o alimento diário para nossas vidas?
Temos procurado, de igual modo, manter um bom relacionamento com o Senhor, buscando sua direção para tudo o que fazemos? Quando colocamos no altar de Deus as nossas dúvidas, as nossas necessidades, os nossos sonhos de felicidade, sabendo esperar com paciência por Sua resposta, não corremos o risco de tomar atitudes precipitadas ou equivocadas e guardamos no coração a certeza de que receberemos as bênçãos almejadas no tempo certo do Senhor. Se relaxamos em nossas vidas de oração ou leitura da Escritura, ou em ambas, perdemos a alegria verdadeira do Senhor, não desfrutamos a vida abundante para nós preparada, não percebemos as grandes coisas que Deus faz ao nosso redor e, mesmo sabendo que o Senhor Jesus está próximo a nós, nos sentimos muito distantes Dele. Os filhos de Deus têm prazer em ouvir os ensinamentos do Pai, vêem seu espírito transbordar com tudo o que Ele fala, regozijam-se por estar na presença do Senhor e se sentem felizes pelo privilégio de poder conversar com Ele, a todo momento, em oração. Se você quer ter uma vida plena de vitórias, deixe que o Senhor a governe, buscando em oração e no estudo da Palavra, cada um dos passos que deverá dar.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

17 August 2010

Felicidade

Felicidade não se acha, se conquista.
É o coração que faz o carácter.
Existem derrotas mais triunfantes que as vitórias.
No coração do homem é que reside o princípio e o fim de tudo.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco forte, Yola Tatiana Veiga Bastos

12 August 2010

Depois De Morto... Muito Mais Vivo

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem.
"Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito" (João 3:5, 6). O evangelista Dwight L. Moody, proclamou, certa vez, em um sermão: "Um dia você lerá em algum lugar que D. L. Moody, de Northfield, está morto.
Não acredite em nada do que estiver escrito.
Naquele momento eu estarei mais vivo do que agora.
Eu irei para um lugar mais alto, trocarei esta velha casa de barro por uma casa imortal; um corpo que a morte não pode tocar, um corpo que o pecado não pode manchar, um corpo transformado, um corpo glorioso.
Quem nasce da carne pode morrer, quem nasce do espírito viverá para sempre."
Podemos dizer, com a mesma veemência e certeza, como Moody, que após a nossa morte estaremos muito mais vivos?
O que nos faz crer nisso?
Temos já experimentado o novo nascimento em Cristo?
Tem a Palavra de Deus dirigido nossas vidas conforme a Sua vontade?
Quando deixamos o Senhor entrar em nossos corações, tudo se transforma em nossas vidas, tudo se faz novo.
A alegria enganosa do passado não nos engana mais; os interesses materialistas do passado não nos impressionam mais; os sonhos insignificantes do passado não nos motivam mais; não sabíamos para onde estávamos caminhando e agora sabemos.
O Espírito Santo de Deus nos abriu os olhos para ver o que realmente é importante para a nossa felicidade.
Em Cristo nós nascemos de novo.
Nascemos para viver, viver abundantemente, viver para sempre. Você crê que sua vida não terá fim?
Crê que passará a eternidade junto com Deus? Crê que o Senhor chamará por seu nome para uma vida gloriosa em Sua presença?
Se crê, sorria e desfrute a sua bênção. Se não crê, comece a pensar nisso e dê o primeiro passo para que logo possa dizer "sim".
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco forte, Yola Tatiana Veiga Bastos

Entregue Seus Fardos A ELE

Um homem não está acabado quando enfrenta a derrota.
Ele está acabado quando desiste.
''Lança o teu fardo sobre o Senhor, e ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado" (Salmos 55:22). Hudson Taylor, missionário pioneiro para a China, estava profundamente angustiado pelas responsabilidades que o deixavam abatido.
Enquanto ele orava por força divina para continuar seu ministério, veio à sua mente o verso 22 do Salmo 55: "Lança o teu fardo sobre o Senhor, e ele te susterá" Colocando-se de pé, ele lamentou: "Este medo tem me iludido por muito tempo! Eu compreendo tudo agora. Quando nós obedecemos ao Senhor e passamos por dificuldades, o peso da responsabilidade fica com Ele e não conosco!" Então ele orou: "Senhor, eu coloco diante de ti todas as minhas lutas e dificuldades e peço que me ajude com meus fardos. Eu estou contando com a Sua força! Eu seguirei adiante e deixarei os resultados contigo." Com o coração iluminado, Hudson Taylor continuou a estabelecer um grande trabalho na China. De que nos lamentamos tanto? Por que estamos sempre nos queixando de tudo e de todos? O que nos impede de alcançar a felicidade e de realizar cada um de nossos sonhos? Estamos olhando para as lutas? Estamos preocupados com os problemas do caminho? Estamos valorizando as dificuldades? Mas, por que tudo isso se a nossa força vem do Senhor e se Ele está pronto a levar sobre si todos os nossos fardos? Quando nos esquecemos das promessas do Senhor ou deixamos de confiar em Sua atuação, começamos a ter receio de tudo e não somos capazes de dar um passo sequer à frente. Perdemos a alegria, perdemos a fé, perdemos a esperança e deixamos de viver a felicidade abundante que Deus determinou que experimentássemos aqui neste mundo.
Você ainda continua vivendo medrosamente, sem a coragem e a ousadia características dos filhos de Deus? Continua temendo possíveis lutas ou fracassos? Descanse na presença de Cristo. Entrega a Ele todos os seus receios e verá que seus dias serão muito mais agradáveis e abençoados.
DEUS te abencoe irmao(a)
Abracito, Yola Tatiana Veiga Bastos

Uma Posicao Elevada

Problemas não são placas de parar, eles são guias de acção.
E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor" (Mateus 25:21).
Quando Andrew Jackson era Presidente dos Estados Unidos, um certo homem pediu para ser designado para um cargo de confiança.
Jackson perguntou a ele sobre sua actual ocupação. Ele respondeu que era um ministro do Evangelho.
"Bem, senhor", disse o Presidente, "você terá que descer desta posição sublime e elevada para ocupar o cargo mais alto que eu poderia lhe dar neste governo." Como é importante a nossa posição quando estamos a serviçode Deus! Seja qual for o serviço que estejamos desempenhando na seara do Mestre, será sempre uma bênção que deveremos agradecer todos os dias ao nosso Senhor Jesus Cristo. Quer sejamos pastores, diáconos, líderes de departamentos, participantes do louvor ou um simples introdutor para cumprimentar os visitantes que chegam para as reuniões, precisamos compreender que devemos estar muito felizes por Deus nos ter escolhido para aquela função.
Trabalhar para o Senhor traz regozijo ao nosso coração e alegria ao coração do Senhor.
"Fostes fiel no pouco, sobre o muito te colocarei", é o ensino das Escrituras para todos os que ouvem o chamado do Senhor e dizem "sim". Muitos são os empregos que podemos ter para o nosso sustento e o de nossa família.
Eles são necessários e fazem parte da vida diária de qualquer pessoa.
Mas, nenhum emprego ou salário poderá nos dar mais prazer do que estar diante do Salvador e dizer: "Eis-me aqui". Se o nosso trabalho e a remuneração que ele nos dá não for o melhor para nós, de qualquer maneira estaremos felizes por saber que servimos ao Senhor.
Se, ao contrário, tivermos um bom emprego e salário, e não tivermos a bênção de servir ao Senhor, o dinheiro recebido não poderá nos dar a mesma alegria do exemplo anterior. O melhor, portanto, é estar trabalhando para o Senhor.
Se o nosso trabalho secular não for bom, seremos felizes e, se for bom, a nossa felicidade será ainda maior.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos