27 October 2010

Livres Do Viveiro Do Pecado

Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros foram. "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (João 8:36). Um camundongo branco estava dentro do viveiro de umaserpente. A serpente foi coberta com palha para que não comesse o camundongo. Mas, a única solução correcta seria retirar o camundongo de dentro do viveiro". "Não importa o quanto trabalhemos arduamente para cobrir ou negar nossa natureza pecaminosa. É trabalho de tolo. O pecado despertará do sono e escapará da cobertura. Se não fosse a mão salvadora do Mestre, o pecado nos comeria vivos. O que temos feito para nos livrar do pecado que nos atormenta e nos destrói? Temos tentado encobri-lo? Temos procurado negá-lo? Temos tentado fazer de conta que ele não existe ou não nos fará dano? Enquanto estivermos vivendo dentro do "viveiro do pecado", estaremos correndo grande risco. Não teremos paz e nem alegria, não teremos esperanças e nem sonhos realizados, não teremos salvação e não veremos as mãos de deus estendidas para nos abençoar. É preciso que estejamos bem longe dele, guardados, protegidos, livres. É preciso que peçamos ao Senhor que não deixe que ele se aproxime novamente de nós. É necessário que nossos pés caminhem por sendas puras e santas, para que o pecado não mais nos encontre e nem nos domine. Se nós guardamos o pecado em algum lugar de nossa vida, crendo que somos capazes de resisti-lo, provavelmente ele logo acordará e nos atacará novamente. Se cremos que podemos conviver com ele sem que atrapalhe nossa comunhão com Cristo, enganamo-nos seriamente e a qualquer momento nos destruirá. Se cremos que somos fortes e que podemos andar lado a lado com o pecado, o nosso futuro poderá ser amargo e angustiante. Como a nossa ilustração, a melhor solução para uma vitória total e definitiva, é sermos retirados, pelo Senhor nosso Deus, do viveiro do pecado... para sempre. DEUS te abencoe meu irmao(a) Yola Tatiana Veiga Bastos

24 October 2010

Prato Novo

Nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direção errada. "E ele disse: Trazei-me um prato novo, e ponde nele sal.
E lho trouxeram" (2 Reis 2:20). Se eu endireitar os quadros nas paredes de sua casa, eu não estou cometendo nenhum pecado, não é?
Mas, se a sua casa estiver em chamas e eu for, calmamente, endireitar os quadros, o que você diria?
Você pensaria que eu sou completamente estúpida ou que estaria agindo com maldade?
O mundo hoje está queimando.
O que está você fazendo para extinguir o fogo? (Corrie Ten Boom) Como responderíamos à pergunta de Corrie?
Neste mundo dominado pelo pecado, estamos trabalhando para conduzir os perdidos ao Senhor ou estamos nos adaptando às circunstâncias sem maiores preocupações?
As coisas velhas foram deixadas, realmente, para trás ou as estamos limpando, pintando, dando uma arrumada ligeira, para que pareçam novas?
Somos quadros no meio das chamas ou já fomos retirados delas? O profeta, em nosso verso inicial, foi chamado para resolver o problema de águas impróprias para beber em Jericó.
Qual sua primeira providência? Pediu um prato novo. Um velho, trincado e com bordas quebradas, não serviria para seus propósitos. Da mesma forma, se desejamos glorificar ao Senhor e deixar que nos use poderosamente, não podemos permanecer no mundo, como quadros que nada enfeitam e só servem para alimentar as chamas já existentes. Não podemos enfeitar paredes de mentiras, nem de ódio, nem de indiferença, nem de egoísmo, nem de palavrões, nem de pornografia, nem de vícios, nem de falsidade. A vida do filho de Deus, chamado para ser uma bênção e para abençoar o mundo, deve ser nova, limpa, verdadeira, cheia de brilho para destruir a escuridão das trevas ao seu redor. Nossas vidas estão se adaptando ao mundo ou transformando-o?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Yola Tatiana Veiga Bastos

21 October 2010

Sementes E Colheitas

Nossas mentes possuem por natureza um insaciável desejo de saber a verdade. "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gálatas 6:7). Quando um portal na jurisdição de Nova Iorque e Nova Jersey publicou um anúncio procurando eletricistas com especialização em conectores Sontag, recebeu 170 respostas, embora conectores Sontag não existam.
O portal publicou o anúncio para saber quantos candidatos falsificam currículos. (Peter LeVine - 15 de julho de 1993) Até que ponto estamos dispostos a fraudar, enganar e mentir, para alcançar os nossos objetivos?
Poderemos esperar algum tipo de sucesso quando andamos pelo caminho da desonestidade?
Podemos contar com as bênçãos de Deus se não somos sinceros em nossas atitudes? Muitas vezes questionamos a nossa "falta de sorte" quando, na realidade, apenas colhemos os frutos da indiferença ao Senhor, semeados ao longo de nossa existência.
Se semeamos mentiras, colhemos tristeza e ilusão.
Se semeamos verdades, colhemos alegria e bênçãos.
O nosso Deus é Verdade e para contar com as janelas abertas do Céu, necessitamos viver em sinceridade e retidão. Às vezes pensamos que uma pequena informação falsa em um currículo ou em qualquer outra transação comercial não tem problema algum.
É apenas uma "mentirinha"!
E como poderemos pedir a Deus que abra as portas para nós?
E como poderemos pedir a bênção naquela situação? Deus não nos abençoa nas mentiras, não nos dá vitórias nos atos desonestos, não nos sustenta quando agimos enganosamente.
Ele sempre estará de braços abertos para nos guardar, para nos socorrer, para nos edificar, para nos abençoar, quando firmamos nossos pés na verdade e na pureza. O que você tem semeado?
O que espera colher?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Tatiana Veiga Bastos

15 October 2010

Patrimonio Espiritual

Cada um tem de mim exatamente o que cativou. "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração"
(Mateus 6:19-21). Uma descoberta recente, em Pompéia, esclarece o fato de um certo religioso que foge do templo ao chegar a advertência de que a cidade seria destruída. Mas, os tesouros do templo por que ele deveria deixá-los para trás?
Ele deve ter retornado para buscá-los.
A seguir, ele tentou fugir novamente mas não conseguiu ir longe.
A destruição se consumou e ele estava perdido.
Se não fosse a sua preocupação com os tesouros deste mundo, sua vida teria sido poupada. Quando o nosso coração vive preso aos tesouros daqui de baixo, da terra, acaba perdendo a oportunidade de gozar das delícias advindas dos tesouros celestiais. Preocupamo-nos muito com as coisas que perecem e esquecemo-nos do que é mais importante e permanece para sempre. É estranho que estejamos valorizando sempre uma coisa que logo nos será inútil e não pensemos nos valores eternos que muito mais prazer e alegria nos darão. Somos capazes de perder a vida por causa dos tesouros do mundo e não somos capazes de ganhar a vida ajuntando os tesouros do Céu! Qual o nosso projeto de felicidade?
Ter jóias?
Ter muito dinheiro no banco?
Ter imóveis para mostrar nosso sucesso financeiro?
Trocar de carro a todo instante?
E se tivermos tudo isso, seremos realmente felizes?
E, se por acaso perdemos tudo outra vez, perderemos também a felicidade? Os tesouros de Deus nos são dados gratuitamente e nunca os perderemos.
A felicidade também nos é dada gratuitamente e não nos será tomada.
Investir em um patrimônio espiritual nos garante uma vida abundante e eterna. Em que patrimônio você tem investido?
Abraco meu irmao(a), DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

14 October 2010

Pronto Para Atender Pedidos

"E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis" (Mateus 21:22). O senhor Walter Raleigh, certa vez, aproximou-se da Rainha e lhe fez um pedido. Ela, mal-humorada, respondeu:
"Raleigh, quando você parará de me fazer pedidos?"
Walter respondeu: "Quando sua Majestade parar de me atender."
Seu pedido foi concedido. Mas o Deus de toda graça nunca se cansa de nossos pedidos e nunca nos reprova por vir a Ele. (Henry W. Geia) Quantas vezes já fomos à presença do Senhor para lhe pedir alguma coisa?
E quantas vezes Ele nos ouviu com carinho?
É claro que não há limites para buscarmos ao nosso Deus.
Ele nos ama e tem prazer em atender a tudo aquilo que nos serve de bênção e edificação.
Mesmo quando a Sua resposta é "não", podemos ter a certeza de que é a melhor resposta para as nossas necessidades, sejam elas espirituais ou materiais. Se estamos aflitos, podemos buscar ao Senhor para pedir alívio e alegria.
Se estamos envolvidos em dúvidas, podemos ir a Ele para receber fé e esperança.
Se estamos presos a sentimentos religiosos que nenhum proveito espiritual pode produzir em nosso crescimento, podemos esperar que Ele nos concederá a liberdade de servi-lo e ser feliz. Nunca é tarde para que nos coloquemos diante do altar de Deus para lhe pedir que preencha o nosso coração de amor, de generosidade, de humildade e de firmeza espiritual.
A nossa vida se transformará e caminharemos pelas ruas desse mundo espalhando a luz que é própria daqueles que vivem na plenitude das bênçãos celestiais. O Senhor jamais se incomoda por irmos a Ele fazer pedidos. Ele sempre nos atende ou do jeito que pedimos ou de outra maneira, ainda melhor para nós.
Ele não nos recrimina e nem nos atende de mal-humor.
Está sempre de braços abertos para nos envolver com Seu carinho inigualável. Você tem algum pedido a fazer e não sabe a quem?
Vá directo a Deus!
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

11 October 2010

Como Uma Nota Rasgada E Queimada

"E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas" (Marcos 11:25). "Eu posso perdoar, mas, eu não posso esquecer" é apenas um modo de dizer "eu não perdoarei".
Perdão deve ser como uma nota cancelada, rasgada em duas e queimada totalmente, para nunca poder ser mostrada outra vez. (Henry Ward Beecher)
Muitas pessoas passam a vida sofrendo por não serem capazes de perdoar. Carregam, nas costas, o fardo da mágoa e do ressentimento sem perceber que todo o peso cessaria no momento que o largassem no chão.
Sabem qual o motivo de sua infelicidade, mas, não abdicam do direito de conservá-lo por todos os seus dias. Como no texto de Beecher, não esquecem porque não querem esquecer; não perdoam porque não querem perdoar; não têm a alegria de um coração livre porque não querem trocar o peso da falta a ser perdoada pelo bálsamo do amor e da felicidade oferecido pelo Senhor Jesus Cristo. E pior do que a falta de perdão por atitudes cometidas por outros é a falta de perdão aos erros cometidos por nós mesmos.
Às vezes cometemos falhas e nos sentimos frustrados por havê-las cometido. Mas não podemos viver eternamente nos questionando por isso.
Não podemos guardar no coração o sentimento de revolta por tomarmos atitudes que conduziram ao erro e nem por não termos tomado atitudes corretas por falta de ousadia e coragem. As quedas devem ser seguidas de um recomeço.
As frustrações devem dar lugar à fé.
Os erros, sejam de nosso próximo ou de nós mesmos, têm de ser substituídos por perdão.
Só assim viveremos abundantemente...
só assim seremos verdadeiramente felizes. Você tem rasgado e queimado as suas mágoas?
DEUS te abencoe, Abraco forte meu irmao(a)
Yola Tatiana Veiga Bastos

Tirando O Cisco Do Olho

Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, ali, ataque com a sua maior força. "Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão" (Mateus 7:4, 5).
O pastor encontrou-se com um membro que há muito não aparecia nas reuniões e comentou que estava sentindo sua falta.
"Eu não gosto de ir à igreja", disse o homem, "e o motivo é que existem muitos hipócritas lá". "Oh, não permita que eles o mantenham afastado", falou o pastor, "há sempre lugar para mais um." O que temos ido fazer nas reuniões que frequentamos?
Qual o nosso verdadeiro propósito?
Qual a nossa motivação?
O que almejamos encontrar ali, durante o tempo da reunião? O homem de nossa ilustração justificava sua ausência acusando os outros.
Na realidade, a razão de seu afastamento era ele mesmo.
Ele era um hipócrita e teimava em dizer que os demais o eram.
Ele não havia se comprometido, não tinha prazer em louvar a Deus, não amava o Senhor. Quando o Senhor não habita em nossos corações, só vemos defeitos nos outros, só percebemos as coisas negativas, achamos que todos estão sempre errados e os únicos certos somos nós.
Quase sempre estamos mal-humorados e murmuramos por motivos fúteis. Quando vamos ao templo, para cultuar ao Senhor, o nosso objetivo deve ser adorar a Deus.
A atitude a ser notada é a nossa e não as dos outros irmãos que lá estão.
Quem deve estar em santidade somos nós, quem precisa estar alegre e de bem com a vida somos nós, quem pretende ter a vida espiritual edificada somos nós mesmos.
Nós devemos motivar o ambiente e não sermos motivados ou desanimados por ele.
Nós somos a igreja de Cristo.
Precisamos brilhar por onde passamos, precisamos semear fé e esperança naqueles que encontramos, precisamos iluminar o templo quando lá entramos. Se encontramos fracos pelo caminho, vamos encorajá-los.
Se encontramos indecisos, vamos fortalecê-los com nosso testemunho.
Se encontramos perdidos que não sabem para onde vão, ajudemo-los a encontrar o Salvador. Você tem buscado tirar o cisco de seu próprio olho ou insiste em tirar o dos outros?
DEUS te abencoe meu irmao(a), Abraco.
Yola Tatiana Veiga Bastos

6 October 2010

"Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor" (Romanos 8:38,39). "Quando eu era jovem eu tinha certeza de tudo; Após alguns anos, tendo cometido milhares de erros, eu não tinha a metade da certeza que possuía antes; no momento, não tenho certeza de nada, a não ser das coisas que Deus tem me revelado." (John Wesley) Nós temos o costume de achar que sabemos de tudo, que podemos tudo e que não necessitamos de ninguém para coisa alguma. Fazemos somente a nossa vontade e perdemos a oportunidade de experimentar as maravilhosas bênçãos do Senhor por não procurarmos fazer a vontade dEle. Estamos seguros de tudo até percebermos que não existe nenhuma segurança em nossas atitudes. Caminhamos sob a direção de nosso próprio entendimento até que, desanimados, descobrimos que não sabemos para onde estamos indo. Desprezamos a bênção da companhia de Deus até nos sentirmos sós e perdidos, sem a esperança de sermos encontrados. Antes que a tristeza nos venha abater; antes que a frustração nos desestimule a prosseguir; antes que a angústia se apodere de nossa alma, o melhor a fazer é reconhecer que a maior segurança e o melhor entendimento são adquiridos quando abrimos o coração para o Senhor Jesus, nosso Salvador, nosso Amigo, nosso Companheiro em todas as nossas jornadas. Da mesma forma que Wesley, eu tenho certeza de que amo ao Senhor e de que dependo dEle para tudo. Quero fazer o que Ele deseja que eu faça e ir aos lugares que Ele quer que eu vá. Não pretendo me afastar de Sua presença e de Seu amor por nada neste mundo. E você, de que tem certeza?

Abraco meu irmao(a), DEUS te abencoe

Yola Tatiana Veiga Bastos

3 October 2010

A Arte De Decorar Interiores

"Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior" (Efésios 3:16). Warren W. Wiersbe relata que um dia ele estava examinando as prateleiras de uma livraria em Cincinnati, Ohio, quando descobriu um volume fora de lugar. Estava na seção de "Religião", mas, o título do livro era A Arte de Decorar Interiores.
Ele começou a remover o livro, porém, percebeu que ele realmente pertencia àquele lugar. Afinal, a fé do cristão não consiste exatamente em decorar o interior?
"Não posso encontrar uma definição melhor da vida cristã do que decorar interiores", comentou ele.
"Veja, a Bíblia enfatiza o fato de que cada um de nós tem um 'homem interior' - a pessoa real do lado de dentro. O corpo pode mudar, decair e até morrer, mas, o 'real você ' por dentro, viverá para sempre." Como tem estado o nosso "homem interior"?
Ele está bem decorado, arrumado e limpo?
Temos nos preocupado somente com a aparência exterior vista pelos homens, ou também com o nosso "eu real" que é contemplado por Deus? As nossas atitudes, em todos os lugares, decoram ou não o nosso interior.
Se praticamos o amor, ele preenche uma prateleira do nosso interior.
Se agimos com honestidade e verdade, elas vão se colocar ao lado do amor em nossa prateleira.
Se agimos com ódio, deslealdade, falsidade, orgulho e mentira, estes também irão se colocar junto às atitudes anteriores, desarrumando e contaminando as prateleiras interiores de nossa vida espiritual. Precisamos estar diante do altar do Senhor e, com determinação, estudar o nosso livro "A Arte de Decorar Interiores Espirituais" isto e', a Bíblia, para que, tanto o nosso homem interior como exterior, tenham o brilho de Cristo e sirvam de bênção para nós e para todos que conosco convivem. Você tem arrumado o seu interior?
Tem lido com frequência a Palavra de Deus?
Abraco meu Irmao(a)
DEUS te abencoe, Yola Tatiana Veiga Bastos

Depois De Uma Cantada, A Salvacao

Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo" (2 Timóteo 4:2). Um homem se senta ao lado de uma mulher muito bonita em uma viagem de avião e começa a lhe passar uma cantada. Inesperadamente, ela abre sua bolsa, pega sua Bíblia e começa a ler passagens da Escritura que falavam de salvação. Quando a aeronave aterrissou no aeroporto da Filadélfia, os outros passageiros viram a mulher e o homem, que acabara de receber Cristo como Salvador em seu coração, curvados em oração. Uma situação que poderia se tornar constrangedora e aborrecida para aquela mulher, se transformou em uma oportunidade de compartilhar a Palavra do Senhor e de conduzir um homem à presença de Jesus. Ela não reclamou e nem repreendeu o passageiro ao seu lado; apenas testificou do amor de Cristo que já havia enchido sua alma de grande regozijo. Que temos feito quando o Senhor nos oferece uma possibilidade de pregar o Evangelho de salvação? Temos aproveitado as ocasiões que nos surgem ou apenas nos lembramos de Deus nos cultos da igreja? A nossa vida cristã tem sido demonstrada em cada uma das vinte e quatro horas do dia ou somente quando entramos pelas portas do templo? O ensino das Escrituras é que devemos aproveitar o tempo que temos e até o que não temos para espalhar a semente de salvação pelo caminho por onde passamos.
Em qualquer circunstância e em qualquer lugar, devemos estar atentos para as oportunidades que nos surgem à frente.
Para isso fomos chamados e para isso o Senhor nos redimiu para oferecer a todos a mesma bênção que um dia nos transformou e nos fez mais do que felizes. Sua vida cristã tem estado ativa a tempo e fora de tempo? DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Tudo O Que Temos, De Quem E'?

"Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6:33). Houve um momento dramático, na história do mundo, quando o General Pershing colocou o Exército Americano sob as ordens do General Foch, que acabava de ter sido nomeado Chefe das Forças Aliadas no campo.
Uma frase que ele articulou naquele tempo, embora não muito citada, é muito significativa: "Infantaria, artilharia, aviação ... todas as coisas que temos são suas. Disponham delas como desejarem". Deus deseja ouvir de Seu povo uma consagração semelhante. Ele tem sido tudo para nós nosso Senhor, nosso Salvador, nosso Mestre, nosso Amigo verdadeiro, nosso Companheiro em todas as jornadas, um tesouro que nos faz ricos e felizes. E o que temos sido para Ele? O que temos lhe oferecido?
Alguma vez já dissemos que tudo que temos Lhe pertence?
Já lhe entregamos todos os nossos bens para que Ele use conforme a Sua vontade? É muito comum chegarmos diante do Senhor pedindo: "Senhor, dá-me isso; Senhor, dá-me aquilo; Senhor, quero ser rico; Senhor, quero prosperidade em abundância; Senhor..."
Sempre estamos querendo mais e nunca estamos satisfeitos com coisa alguma. Mas, não é esse o ensino de Jesus. O nosso desejo, mais e mais, deve ser buscar a Sua presença e fazer a Sua vontade. Tudo o mais é acrescentado conforme os planos divinos.
Nem tudo que pedimos nos torna felizes, mas, tudo o que Ele nos dá, nos enche o coração de regozijo e satisfação. Entreguemos ao Senhor tudo o que temos, para que Ele administre.
Coloquemos à Sua disposição, especialmente, o nosso coração.
Dessa forma, viveremos de maneira abundante e alcançaremos todas as vitórias almejadas.
DEUS te abencoe querido irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos