20 November 2010

Uma Palavra Que Diz Tudo

O tempo diz o que a razão não pode dizer. "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim" (Gálatas 2:20). Em um cemitério, não muito distante de Nova Iorque, pode-se encontrar um sepulcro cuja lápide tem apenas uma palavra: "perdoado".
Não há qualquer nome, nem data de nascimento ou morte.
A pedra é adornada pela arte do escultor. Não existe nenhum epitáfio, nem qualquer elogio, apenas uma palavra: "Perdoado."
Mas, isto é o que de mais importante pode ser dito de qualquer pessoa, ou escrito em seu túmulo "Perdoado." Sim, é maravilhoso saber que todos os nossos pecados foram perdoados.
É uma bênção que não se pode comprar com dinheiro algum neste mundo.
Não adianta termos tudo se não tivermos Jesus no coração, livres de qualquer condenação. Não importa se o nosso passado não foi muito bom. Não importa se nossas atitudes não foram muito corretas.
Não importa o quanto tenhamos errado diante de Deus e dos homens. O que importa é que Cristo morreu por nós, para pagar as nossas culpas, para reconciliar-nos com o Pai. Agora somos novas criaturas.
Fomos perdoados.
Fomos regenerados.
Fomos santificados.
Estávamos nas trevas e agora brilha em nós a luz do Senhor.
Estávamos perdidos e fomos achados.
Estávamos mortos em nossos delitos e agora vivemos novamente. A nossa vida, agora, é muito melhor que a anterior.
É uma vida abundante e cheia de regozijo.
É uma vida com um propósito renovado.
É uma vida que durará para sempre! Você já reconheceu seus erros, pedindo a Deus perdão, em nome de Jesus?
Se já o fez, você também pode se alegrar plenamente, pois, com os pecados perdoados, viverá na presença do Senhor, não apenas aqui neste mundo, mas, por toda a eternidade.
Abraco Forte meu irmao(a).
DEUS te abencoe.
Yola Tatiana Veiga Bastos

No comments:

Post a Comment