27 February 2011

Você Quer Entrar?

"Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens" (João 10:9). Um homem, da cidade grande, seguia em seu carro para Vermont, com o propósito de visitar um velho amigo. Em certo momento da viagem, sentindo-se perdido, parou seu carro junto a um grupo de homens que conversava em frente a um pequeno armazém para buscar informações. Debruçando-se sobre a janela do carro, ele disse: "eu quero ir para Bennington". Após um momento de silêncio, um dos homens tirou lentamente o cachimbo de sua boca e respondeu: "Nós não fazemos nenhuma objeção." Tomando por base a nossa ilustração, poderíamos refletir: para onde nós queremos ir? Temos certeza de conhecer o caminho? Estaríamos, por acaso, nos sentindo perdidos? Muitas vezes sabemos para onde desejamos ir e conhecemos o caminho para chegar lá, mas, apesar disso, continuamos perdidos! Achamos que o caminho é bom e que poderemos desfrutar de muitos prazeres, porém, logo descobrimos que não era o melhor para nós e que a alegria era passageira e enganosa. O mundo não faz objeção alguma a essas nossas andanças. Pelo contrário, ele nos incentiva e nos aplaude. E, quanto mais avançamos por esses caminhos, mais nos afastamos de Deus e mais perdidos ficamos. Se o mundo não faz objeção, Deus faz! O nosso Deus não quer a nossa tristeza e nem a nossa perdição. Ele nos mostra o Caminho verdadeiro da felicidade. Ele nos conduz pela porta estreita para que alcancemos as campinas de Suas maravilhosas bênçãos.
Seguindo o Caminho do Senhor jamais estaremos perdidos. Com Cristo nós sempre sabemos para onde vamos e, andando com Ele, jamais estaremos sozinhos na estrada da vida. Jesus é a porta e faz a você um convite: Quer entrar?
Eu entro! DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

22 February 2011

Pense Sobre O Que Voce Pensa! Part II

'Deus pode fazer... muito mais que você já podia imaginar. ..’ Efesios 3:20
Diz-se que o rei da arábia saudita uma vez chamou um jogador de golfe famoso para um torneio.
Antes que o homem retornou para casa o rei disse, 'eu gostaria de dar-lhe um presente. Algo que você quizer'.
O jogador de golfe educadamente respondeu, dizendo que ele não necessitava nada.
Mas o rei estava inflexível, então ele concedeu, ''Bem, Sua Alteza, eu colecciono tacos.''
Ele imaginou talvez um jogador de ouro ou um motorista de diamante-salpicou. Imagine as suas semanas de choque mais tarde quando ele recebeu uma carta contendo o plano de um terreno de golf de 2,000 hectares!
Paul diz, ''Deus pode fazer... muito mais que você já podia imaginar... em seus sonhos mais selvagens. ..’'
Os reis não pensam como nós pensamos, e quando você serve o Rei de Reis que é duplamente verdadeiro!
O plano do deus para você está distante além de algo que você podia prever para si.
O Salmista disse que o Senhor tinha negociado "abundantemente" com ele (Salmos 13:6).
O deus estima o esforço mais pequeno, e' a pequenas mentes que Ele opõe-se! Se você verdadeiramente acredita que Ele dirige seus passos e que a bondade e misericórdia o seguem todos os dias de sua vida, então você pode esperar grandes coisas de Deus.
Leon Nacson diz, 'Sempre prevê o melhor resultado para si e para outros, porque quando o que você espera é somente mais do mesmo, isso é o que você recebe! Lembre-se que ...
A Fe' está seguro de o que... nós não vemos' (hebraicos 11:1 NIV).
Tão mesmo quando você não pode "vê-lo", confie no SENHOR, deixe trabalhar a seu favor, organizar você para estar no lugar certo na altura certa, e para outros sairem e ajudá-lo quando necessita. E observe o trabalho de Deus.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Pense Sobre O Que Voce Pensa! Part I

'O que eu temi encontrou-me. ..’Job 3:25 Nick era um cara forte com uma má perspectiva. Ele trabalhou nas ferrovias. Numa das noite de trabalho, seus colegas de trabalho foram indo para casa e ele acidentalmente trancou-se numa carruagem refrigerada. Preocupado que a temperatura era abaixo de zero, ele gritou por ajuda, mas a nenhum proveito. E mais ele pensou sobre a sua situação, mais frio ele sentiu, até eventualmente começar a tremer incontrolavelmente. Convencido que estava a morrer, ele escreveu uma carta 'a sua família a explicar o que tinha acontecido. Na manhã seguinte eles acharam o corpo do Nick. Uma autópsia revelou que ele de facto tinha congelado 'a morte. Mas os investigadores descobriram algo estranho. A carruagem em que Nick foi estado, estava fora de ordem e tinha sido desconectada. Ele congelou 'a morte mas a temperatura no vagão fechado era 16,1 graus, poucos graus abaixo da temperatura ambiente. Mas porque ele esperou morrer, ele perdeu a batalha na sua mente. O que você acredita sobre sua vida é mais importante que o que qualquer um mais acredita. Job disse, 'o que eu temi encontrou-me'. Tenha cuidado o que você prevê; expectativas negativas tornam-se profecias que se cumprem. O deus prometeu ajudá-lo, mas você recebe o voto decisivo. Ao focar na negativa você concorda em deixar a derrota de satanas controlar você. Jesus disse: "De acordo com sua fé, irá ser feito para você"(Mateus9:29). Noutra tradução: "Torna-se o que você acredita". Então faça-se parte de acordo com a Palavra de Deus e foque-se nas Suas promessas em vez dos seus problemas. Quando você faz, sua fé o tomará a novos níveis de vitória. Mas so' assim sera' até você tomar o primeiro passo! DEUS te abencoe meu irmao(a). Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

19 February 2011

De Mãos Abertas

Não tenho certeza de nada, mas a visão das estrelas me faz sonhar. "e tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho" (João 14:13). Uma lenda fala de um reino antigo cujo soberano acabara de morrer. Embaixadores foram enviados para escolher, entre duas crianças gêmeas, um sucessor. Eles encontraram os dois companheiros profundamente adormecidos e concordaram, ao olhar cuidadosamente para ambos, que a decisão seria muito difícil. De repente, eles notaram uma curiosa diferença entre as duas crianças. A primeira estava deitada com os punhos cerrados e a outra com as mãos completamente abertas. Imediatamente eles fizeram sua escolha pela segunda criança. A lenda termina com o registro: ao se tornar adulto o soberano ficou conhecido como "o rei com as mãos abertas". Nós podemos dizer o mesmo do Senhor, o Rei dos reis: Ele está sempre de mãos abertas, pronto para nos dar a bênção de que necessitamos. Ele está sempre de braços abertos, pronto a nos abraçar depois de uma grande vitória, a nos consolar diante dos fracassos, a nos levantar quando as forças nos abandonam. Quando o desemprego nos atinge e o dinheiro nos falta, Ele está sempre de mãos abertas para suprir todas as nossas necessidades. Quando as nossas esperanças desaparecem e temos vontade de desistir de tudo, Ele está de mãos abertas para acariciar nossas cabeças e nos incentivar a perseverar, nos lembrando que somos mais que vencedores. Podemos pedir o que quisermos ao Senhor, Ele está de braços e mãos abertas para nos atender. E o nosso primeiro pedido a Ele deve ser sabedoria, para que saibamos o que e quando pedir as demais coisas. Em tudo o Seu nome deve ser glorificado. O nosso Deus está de mãos abertas para abençoar sua vida. E você, está também de mãos e braços abertos para servi-lo, com alegria no coração?
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

15 February 2011

Crendo Com O Coração

Você é a pessoa que escolhe ser. "Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação" (Romanos 10:10). O Rev. W. J. Dawson dá seu testemunho como segue:
"Eu me lembro muito bem que, quando tudo em minha vida parecia envolto em sombras, um dia, como um flash de luz, o verso de Romanos 10:10 iluminou minha alma.
Pude compreender, então, o significado do que estava acontecendo. Deus não me pediu para crer com meu intelecto, mas confiar com meu coração. Naquela hora o mundo clareou para mim e eu sabia que havia encontrado Deus. Com muita frequência, hoje, eu não procuro acreditar com meu intelecto, mas, com meu coração." Uma frase que costumamos ouvir constantemente é: "Eu preciso ver para crer".
E, por causa disso, muitos perdem a bênção maravilhosa de uma experiência pessoal com o Senhor Jesus.
A fé não exige uma constatação, porque não habita em nossa mente, mas, em nosso coração. Uma alegria verdadeira começa a fluir, como um manancial de águas vivas, quando, mesmo que tudo pareça mostrar o contrário, em nosso coração temos a certeza de que a bênção esperada chegará. Em vez de murmurarmos diante de uma crise, dizendo que não vemos solução para o nosso problema, devemos olhar para o alto e agradecer a Deus, confiantes, na certeza de que Ele está cuidando de tudo e não há nada que possa resistir a Seu poder. A Palavra de Deus nos ensina que "a boca fala do que está cheio o coração". E, se o nosso coração estiver cheio de fé, de amor ao Senhor, da certeza de nossos nomes escritos no Livro da Vida do Senhor, então a nossa boca terá muitas coisas bonitas a transmitir. Ela será um canal de bênçãos para todos que nos escutam, e o nome de Cristo será engrandecido pelo nosso testemunho.
Abra o seu coração para que Deus o encha de fé. Coloque sua boca à disposição do Senhor para que todos sejam edificados com a alegria da salvação que existe em você. Ilumine o caminho por onde você passar.
DEUS e' com voce!
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

13 February 2011

Tropeçou? Levante-se!

"Vivo um dia de cada vez. Não consigo colocar dois dias juntos "Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti" (Isaías 60:1). Quando o presidente Gerald Ford visitou, vários anos atrás, uma universidade em Oklahoma, tinha o objetivo de se reunir, para um café da manhã, com líderes estudantis. Uma jovem, ao sair do elevador, teve o salto de seu sapato preso no carpete e, desequilibrando-se, chocou-se com o presidente, caindo, em seguida, no chão. Ford ajudou-a a levantar-se enquanto ela, repetidamente, pedia mil desculpas por seu tropeço. O presidente, com um sorriso amável, lhe disse: "Não se preocupe, jovem, eu compreendo perfeitamente". O facto histórico serve apenas para uma reflexão espiritual: nosso amado Senhor e Salvador Jesus Cristo compreende, de maneira muito mais significativa, nossos erros e tropeços. Ele nos ama e está pronto a nos ajudar a levantar. Ele nos estende a mão e nos estimula a seguir em frente. Ele nos sorri e nos diz: "Eu entendo você e, tenha certeza, você conseguirá. Você é muito especial para mim. Você vencerá! Isso é maravilhoso e enche nosso coração de refrigério e alegria. Muitas vezes desanimamos à primeira queda ou derrota. A angústia nos deprime, o fracasso nos atemoriza, a esperança nos abandona. Algumas pessoas tentam nos dissuadir de perseverar, outras criticam a nossa falha, pensamos em desistir da caminhada. Mas, quando seguimos ao Senhor, é para Ele que devemos olhar; é dEle que devemos buscar orientação; é nEle que devemos confiar. As preocupações da vida nos levam, algumas vezes, a esquecer que somos filhos de um grande Deus.
Porém, Ele nos diz; "Não se preocupe... eu estou ao seu lado... sempre!"
Nele temos força, temos paz, temos vida, temos a certeza da vitória. Se erramos, arrependemo-nos e Ele nos perdoa. Se caímos, seguramos em Sua mão e Ele nos levanta. Se a tristeza nos desencoraja, Ele é plenitude de confiança. Se você tem tropeçado em sua caminhada, não desanime. Jesus lhe ajudará a levantar.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Analise Socratica Dos Tempos Actuais

Encontrei Daniela, 10 anos, no elevador, às nove da manhã, e perguntei:
'Não foi à aula?'
Ela respondeu:
'Não, tenho aula à tarde'.
Comemorei:
'Que bom então de manhã você pode brincar dormir até mais tarde'.
'Não', retrucou ela, 'tenho tanta coisa de manhã...'
'Que tanta coisa?', perguntei.
'Aulas de inglês, de balé, de pintura, piscina', e começou a elencar seu programa de garota robotizada. Fiquei pensando: 'Que pena, a Daniela não disse: 'Tenho aula de meditação!' Estamos construindo super-homens e super-mulheres, totalmente equipados, mas emocionalmente infantilizados. Uma progressista cidade do interior de São Paulo tinha, em 1960, seis livrarias e uma academia de ginástica; hoje, tem sessenta academias de ginástica e três livrarias! Não tenho nada contra malhar o corpo, mas me preocupo com a desproporção em relação à malhação do espírito. Acho ótimo, vamos todos morrer esbeltos: 'Como estava o defunto?'. 'Olha uma maravilha, não tinha uma celulite!' Mas como fica a questão da subjetividade? Da espiritualidade? Da ociosidade amorosa? A palavra hoje é 'entretenimento' ; domingo, então, é o dia nacional da imbecilização coletiva. Imbecil o apresentador, imbecil quem vai lá e se apresenta no palco, imbecil quem perde a tarde diante da tela. Como a publicidade não consegue vender felicidade, passa a ilusão de que felicidade é o resultado da soma de prazeres: 'Se tomar este refrigerante, vestir este tênis, usar esta camisa, comprar este carro, você chega lá!' O problema é que, em geral, não se chega! Quem cede desenvolve de tal maneira o desejo, que acaba precisando de um analista. Ou de remédios. Quem resiste, aumenta a neurose. O grande desafio é começar a ver o quanto é bom ser livre de todo esse condicionamento globalizante, neoliberal, consumista. Assim, pode-se viver melhor. Aliás, para uma boa saúde mental três requisitos são indispensáveis: amizades, auto-estima, ausência de estresse. Há uma lógica religiosa no consumismo pós-moderno. Na Idade Média, as cidades adquiriam status construindo uma catedral; hoje, no Brasil, constrói-se um shopping Center. É curioso: a maioria dos shoppings centers tem linhas arquitetônicas de catedrais estilizadas; neles não se pode ir de qualquer maneira, é preciso vestir roupa de missa de domingo. E ali dentro sente-se uma sensação paradisíaca: não há mendigos, crianças de rua, sujeira pelas calçadas... Entra-se naqueles claustros ao som do gregoriano pós-moderno, aquela musiquinha de esperar dentista. Observam-se os vários nichos, todas aquelas capelas com os veneráveis objetos de consumo, acolitados por belas sacerdotisas. Quem pode comprar à vista, sente-se no reino dos céus. Se deve passar cheque pré-datado, pagar a crédito, entrar no cheque especial, sente-se no purgatório. Mas se não pode comprar, certamente vai se> sentir no inferno... Felizmente, terminam todos na eucaristia pós-moderna, irmanados na mesma mesa, com o mesmo suco e o mesmo hambúrguer do Mc Donald... Costumo advertir os balconistas que me cercam à porta das lojas: 'Estou apenas fazendo um passeio socrático.' Diante de seus olhares espantados, explico: 'Sócrates, filósofo grego, também gostava de descansar a cabeça percorrendo o centro comercial de Atenas. Quando vendedores como vocês o assediavam, ele respondia: - "Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser feliz !" DEUS te abencoe meu irmao(a) ABraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

12 February 2011

Grandes Momentos

A vida é maravilhosa quando não se tem medo dela. "Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres" (Salmos 126:3). "Quando os mais importantes momentos estão acontecendo, nós até não os reconhecemos ou notamos. Nós estamos distraídos, vivendo nossas vidas. Apenas quando eles passam é que percebemos que grandes momentos passaram por nossas vidas." A palavra do director cinematográfico, citada em nossa ilustração, nada tem a ver com a vida espiritual. Mas, quero aproveitar a citação para reflectir um pouco sobre nosso relacionamento com Deus. Quantas oportunidades de grandes realizações e de inimagináveis bênçãos perdemos simplesmente porque nossos olhos espirituais estão fechados ou fixados em outras direcções. Muitas vezes oramos intensamente pedindo uma bênção a Deus, mas, não esperamos Sua resposta. Vivemos tão ocupados em busca de sucesso, notoriedade, prosperidade e outras conquistas materiais, que a nossa bênção fica ali, à nossa disposição, e não a enxergamos. Seguimos em frente, murmuramos, queixamo-nos por Deus não nos atender, e, depois de um certo tempo de frustrações, verificamos que Deus havia dado, sim, o que pedimos, e nós, por indiferença espiritual, a perdemos. Grandes coisas o Senhor sempre faz por nós. Porém, o complemento do versículo deste Salmo só será realidade em nossa vida se a colocarmos no altar de Deus. A alegria só será verdadeira se os nossos olhos espirituais estiverem sempre voltados para as coisas celestiais. Os grandes momentos proporcionados por Deus a cada um de Seus filhos devem ser vividos intensamente e no instante em que acontecem. De nada adianta reconhecê-los depois que já tiverem passado. Em vez da alegria de vivenciá-los, experimentaremos a tristeza pela decepção de não os ter aproveitado. Deus tem grandes momentos para você.
Momentos de real felicidade.
Não os perca.
DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

8 February 2011

Mar Vivo Ou Mar Morto?

O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. "... e tu, sê uma bênção" (Gênesis 12:2). existem dois mares na Palestina. Um é saudável e fecundo, o Mar da Galiléia.
O outro, amargo e estéril, o Mar Morto. Qual a diferença entre os dois? O Mar da Galiléia recebe e dá.
O Mar Morto só recebe, não tem nenhuma saída. A qual dos dois mares se assemelha a nossa vida espiritual? Qual dos dois caracteriza o nosso relacionamento com o Senhor Jesus? Temos sido um canal de bênçãos, compartilhando tudo o que recebemos de Deus com aqueles que estão à nossa volta ou temos o costume de guardar para nós aquilo que recebemos do Senhor? O Mar da Galiléia foi palco de grandes acontecimentos. Ali Jesus falava aos discípulos; ali vidas foram transformadas; ali os corações se encheram de júbilo; ali muitos foram chamados a um ministério glorioso; ali os milagres aconteceram. O Mar Morto nada apresentou. Ali não havia gozo, não havia refrigério, não havia motivação, não havia felicidade. Temos nos apresentado diante de Deus como o Mar da Galiléia? Temos procurado iluminar o caminho por onde andamos? Temos testificado, com alegria, de tudo o que temos experimentado na presença do Senhor? Temos repartido todas as maravilhas que o Senhor tem derramado em nossas vidas e em nossa casa? As águas que têm banhado nossos terrenos, agora férteis, têm sido conduzidas aos terrenos áridos daqueles que não tiveram ainda as mesmas experiências e que ansiam por dias melhores e mais felizes? Quando somos abençoados e não abençoamos, perdemos a paz, o prazer, o estímulo e a felicidade. Somos águas paradas, como charcos e pântanos. A bênção é perdida e os milagres são anulados. Sua vida tem sido um mar de bênçãos ou um mar amargo e sem nenhuma vida? DEUS te abencoe meu irmao(a). Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

7 February 2011

Nele Confiarei!

A pressa e a ansiedade são maus amigos. Quando vamos com o objetivo de explorar, o tempo não nos deve preocupar." "Deus é o meu rochedo, nele confiarei; o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio" (2 Samuel 22:3). "Confie em Deus, quando dúvidas te assaltam, Confie em Deus, quando angústias te abatem, Confie em Deus, quando esperanças te ignoram, Confie em Deus, quando sombras te envolvem. Confie em Deus, confie em Deus! Confie em Deus, quando medos te reprimem, Confie em Deus, quando pedras te derrubam, Confie em Deus, quando crises te perseguem, Confie em Deus,quando sonhos se dissipam. Confie em Deus, confie em Deus!" Temos colocado toda a nossa confiança no Senhor? Temos praticado a nossa fé, independente da situação por nós enfrentada? Temos descansado, com paciência, nos braços do nosso Deus? Caminhar, neste mundo de incertezas, não é uma tarefa fácil. As dificuldades espirituais estão em toda parte. Esquinas duvidosas, desfiladeiros temerosos, barrancos traiçoeiros, precipícios mortais. Muitas vezes nos vemos cercados de decisões difíceis que poderão sufocar nossos anseios, destruir nossa motivação, matar a nossa fé. Qual a direção a seguir? Qual a iniciativa a tomar? Qual o passo seguro a dar? Entregar tudo nas mãos de Deus e confiar completamente nEle! Na presença de Cristo as curvas do caminho são seguras, as ribanceiras se aplainam, os despenhadeiros desaparecem. A caminhada se torna serena e tranquila. Eu prefiro sempre confiar em meu Deus. E você? DEUS te abencoe meu irmao(a). Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

4 February 2011

Vivendo, Todos Os Dias, O Primeiro Amor

A vida é uma aventura ousada ou nada." "Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor" (Apocalipse 2:4). Spurgeon disse: "Nós temos as fotos de nossos meninos, tiradas em todos os aniversários... e assim, de um relance, nós os vemos desde a primeira infância até a juventude. Supondo que, de maneira semelhante, fotografias de nossa vida espiritual fossem tiradas e guardadas, haveria um progresso regular, como nesses meninos, ou estaríamos ainda em um carrinho de bebê? Poderiam algumas mostrar um crescimento, a princípio, e logo depois uma paralização? Ou, um crescimento até determinado ponto e um retrocesso a seguir? Muitas vezes nos sentimos empolgados logo após o encontro pessoal com nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Ele opera grandes transformações em nossa vida e temos grande prazer em nos envolver com tudo que diz respeito à Sua obra. Ir às reuniões, participar dos momentos de oração e estudo da Palavra, estar presente nos trabalhos de evangelização, tudo é regozijo para nós. Afinal, os tempos de incertezas ficaram para trás e agora temos uma nova perspectiva de vida e felicidade. Mas, quanto tempo dura a alegria do primeiro amor? Estamos nós prontos para as passagens por desertos espirituais? Continuaremos animados ao enfrentarmos as tempestades que se abatem tanto contra as casas firmadas na areia como contra as que se estabeleceram sobre a rocha? Estaremos preparados para os dias de angústia da mesma forma com que estamos preparados para os dias de tranquilidade? Muitos não conseguem ir além dos primeiros passos, sucumbindo logo ao primeiro obstáculo. Outros conseguem caminhar algum tempo, enquanto tudo lhes parece festa. Há os que caminham muito, porém, da mesma forma que crescem espiritualmente, até servindo de exemplo para os mais inexperientes, acabam retrocedendo e voltando ao ponto de partida, onde um recomeço é muito mais difícil. Que as nossas fotografias espirituais, dia após dia, mostrem sempre a mesma alegria do primeiro amor. DEUS te abencoe meu irmao(a) Abraco Yola Tatiana Veiga Bastos

2 February 2011

Você Tem Notado? Os Outros têm Notado?

A vida é breve; a arte, vasta; a ocasião, instantânea; a experiência, incerta; o juízo, difícil. "Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens" (Efésios 4:8). O Senhor deu a cada um de nós, pelo menos, um dom e, provavelmente, muito mais que isto. A coisa mais importante para nós, durante a vida, é descobrir quais são os nossos dons. A segunda coisa mais importante é reconhecer se eles são de Deus. E em terceiro lugar, devemos usá-los com fidelidade. Uma coisa não usada não é desenvolvida. Um pianista disse: "Sabe, eu tenho de praticar todos os dias. Se não praticar um dia, eu notarei a diferença. Se eu não praticar dois dias, aqueles que me ouvem notarão a diferença." Qual o dom que Deus nos deu? Que importância temos dado a ele? Temos procurado usá-lo em cada dia de nossa vida? Compreendemos a importância de glorificar a Deus através dos talentos que Ele nos presenteou? Às vezes utilizamos os dons de Deus exclusivamente para nossos interesses pessoais. Outras vezes os enterramos e dizemos, com isso, que o Senhor não faz parte de nossas prioridades. E, quando fazemos isso, perdemos as bênçãos que o uso dos dons nos trariam. Se Deus nos deu o dom do amor, vamos pô-lo em prática a todo momento. Se nos deu o dom da fé, vamos exercitá-lo em qualquer circunstância. Se nos deu o dom da palavra, proclamemos, com dedicação, tudo aquilo que Ele nos tem ensinado. Os nossos dons tem o propósito de abençoar a outras pessoas e, quando entendemos isso, os mais abençoados somos nós mesmos. O que os nossos familiares têm notado em nós? E os nossos amigos? Que nossas vidas estão colocadas no altar do Senhor ou que temos negligenciado o nosso relacionamento com Deus? Estamos multiplicando os nossos talentos ou os estamos enterrando com nossa indiferença? Pratique seus dons todos os dias... sua vida brilhará com a presença de Cristo e todos a seu redor serão iluminados.
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Uma Erva Daninha, Rejeite-a!

Nosso drama é que às vezes a gente joga fora o certo e recolhe o errado. Da acomodação brotam fantasmas que tomam a si as decisões. "Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (1 Coríntios 6:19) "O tabaco é uma erva daninha imunda, semeada, segundo dizem, pelo diabo! Ele mancha seu pulmão E mancha suas roupas, E faz de seu nariz, uma chaminé! (Duane V. Maxey) Deus nos deu um corpo para ser o templo de Seu Espírito. Ele deve ser cuidado com carinho, com amor, com fidelidade. Deus nos confiou e devemos mostrar ao Senhor que somos guardiães responsáveis e obedientes. Quando nos entregamos aos vícios e o fumo é um dos piores vícios deste mundo, estamos dizendo a Deus que não O queremos em nosso interior, que não é bem-vindo, que usaremos o corpo para outros fins. Estamos dizendo a Ele que sujaremos o que deve ser limpo, que Ele não tem nenhuma importância em nossa vida espiritual. Quando reconhecemos que o Senhor é a razão de nosso viver e Lhe entregamos tudo o que temos, o nosso coração se regozija em recebê-lo, nosso corpo se enche de júbilo por hospedá-lo, nosso espírito O glorifica por ser o nosso Senhor e o nosso Salvador. A pessoa que fuma destrói a sua vida, corrompe seu corpo, contamina sua família, desagrada e ofende a Deus. O fumo não concorre para nada de positivo e leva seu usuário rapidamente à destruição. O fumo mata! Física e espiritualmente! Diga não para ele, enquanto você pode.
Eu tenho fumos em minha vida e preciso largar! E vou largar!! DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Para O McDonald!

Para o sábio basta apenas uma palavra. "Para andares pelos caminhos dos bons, e te conservares nas veredas dos justos" (Provérbios 2:20). Certo pregador contou a história a seguir: Quando eu era um menino de cerca de 4 ou 5 anos, meu pai foi convidado para apresentar um sermão em uma igreja, no final de semana. Para que eu me comportasse direito durante o serviço, naquela manhã, meus pais me disseram que se eu fosse um bom menino, após a reunião eles me levariam ao McDonald. Durante o sermão pregado por meu pai, ele falava sobre o destino dos bons e dos maus. Em determinado momento ele perguntou, com voz alta e firme: "Para onde vocês acham que irão aqueles que obedecem ao Senhor e vivem fielmente em Sua presença?" Com todo o meu fervor, permaneci em minha cadeira e respondi, o mais alto que pude: "Para o McDonald!!!" Sempre é bom ouvir relatos sobre crianças, porque, em geral, são engraçadas e nos divertem. A nossa ilustração também é divertida, mas, podemos refletir seriamente sobre o seu conteúdo. Para onde iremos se o nosso coração estiver aberto ao Senhor Jesus? Que segurança podemos ter ao deixar de lado os enganos do mundo e caminhar segundo a vontade do Pai celeste? Podemos realmente esperar dias melhores optando por trilhar o caminho dos bons e deixar para trás o caminho dos maus? A pergunta daquele pregador se referia ao lugar para onde vão aqueles que morrem no Senhor, mas, eu quero refletir um pouco sobre o caminho dos que vivem em Cristo antes da morte. Existe diferença entre sair de casa com Cristo no coração e sair sem Ele? Existe diferença entre voltar para casa, após um dia cansativo, levando Cristo connosco e a certeza de que encontraremos a nossa casa iluminada pela presença de Deus e retornar, sem Cristo, e sem a certeza de encontrá-lo em casa? Existe diferença entre alegria e a falta dela? Eu tenho certeza de que todos aqueles que têm o Senhor em suas vidas responderão "sim!" E você, como tem caminhado com Cristo ou sem Ele? DEUS te abencoe meu irmao(a). Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos

Tudo Vai Bem!

Para falar ao vento bastam palavras. Para falar ao coração, é preciso obras." "E ela disse: Tudo vai bem" (2 Reis 4:23). Um homem de negócios, cristão, após sofrer grandes perdas, sentiu-se tentado a duvidar das coisas de Deus. "Por que Ele permitiu que todos esses contratempos me sobreviessem?" questionou ele. Uma noite, ele estava sentado diante da lareira, abatido e desencorajado, quando seu filho, de seis anos de idade, veio e se sentou em seu colo. O menino pregou um cartão no casaco do pai onde se lia: "As obras de Deus são perfeitas". "Papai, o que significa perfeitas?" perguntou o filho. Antes do pai poder responder, ele continuou, "significa que Deus nunca comete erros?" Aquilo era tudo que o pai precisava ouvir. Abraçando carinhosamente o filho, o pai disse: "Sim, querido, é isso que quer dizer." Até que ponto cremos, verdadeiramente, que Deus nos ama e tem o melhor desta terra para nos dar? Temos confiado plenamente nele somente quando tudo vai bem ou ao primeiro sinal de dificuldades abandonamos a fé e corremos para lugares incertos? Costumamos louvar a Deus apenas quando vivemos a abundância de Suas bênçãos ou continuamos adorando-O também nos momentos de escassez? A palavra de nosso verso inicial foi proferida por uma mulher que acabara de deixar seu filho em casa, morto. Estava aflita, angustiada, desesperada, porém, procurou o homem de Deus. Ela confiava no Deus daquele homem. Saiu de casa deixando o filho morto mas, em seu coração, ainda alimentava a esperança de voltar e encontrá-lo vivo. E, se hoje as nossas finanças vão mal... amanhã tudo poderá ser diferente. Se nos sentimos fracos e desalentados... amanhã poderemos estar com as forças revigoradas. Se nos sentimos em meio a uma tempestade espiritual, sob raios e trovões... amanhã o sol poderá estar brilhando novamente sobre nós. Como está a sua situação hoje? Mesmo que tudo pareça mal... creia em Deus e responda: "Tudo Vai Bem!" DEUS te abencoe meu irmao(a).
Abraco, Yola Tatiana Veiga Bastos