22 December 2011

Emanuel, Deus Conosco - Verdadeiro Natal


"Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E
chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus
conosco" (Mateus 1:23).


Dois missionários foram presos e encarcerados na mesma cela.
Estavam proibidos de falar um com o outro. Chegou o Natal.
Um dos missionários, amedrontado e calado, sentou-se no chão
coberto com feno. Mexendo com os pedaços de feno ao redor,
ele descobriu que poderia, mesmo sem falar, comunicar-se com
o companheiro de prisão. Ele escreveu a palavra "Emanuel".
Assim que seu amigo leu o que estava escrito no chão, viu-se
tomado de grande alegria. Eles estavam aprisionados, mas
criam que o Deus Emanuel estava com eles e, por fim, lhes
daria a vitória.


O que tem sido o Natal para nós? Um dia de festa? Um dia de
comidas especiais? Uma ocasião para beber até não aguentar
mais? Ou uma oportunidade de dizer ao mundo que Jesus nasceu
e está conosco, para nos dar vida e vida abundante?


O que é mais importante: dar um presente de amigo oculto ou
dizer ao presenteado que o verdadeiro Amigo, motivo do
Natal, jamais estará escondido? O que é mais importante: a
troca de abraços e brindes em volta de uma mesa ou uma
palavra de ânimo e conforto, tal como "O aniversariante aqui
comemorado ama a você e quer perdoar seus pecados e dar-lhe
vida eterna? O que é mais importante: comprar roupas novas
para uma celebração ou pedir ao Senhor, que nasceu, para nos
dar roupas novas, alvas e puras, que nos tornem brilhantes
para a glória do Seu nome?


O dia do nascimento de Cristo é, realmente, 25 de dezembro?
Provavelmente não. Mas, não estamos celebrando o dia e nem
os costumes mundanos. Estamos celebrando o fato do nosso
Senhor e Salvador Jesus Cristo ter nascido. Ele nasceu! Isso
é o que realmente importa! Nasceu em nossos corações e, por
isso, estamos muito felizes.


Vamos encontrar, neste Natal, todas as maneiras possíveis de
comunicar que o verdadeiro Natal está em ter o Senhor Jesus,
o Deus Emanuel, o Deus conosco, a nosso lado... todos os
dias... para sempre.


Feliz Natal para todos!

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

21 December 2011

A Velha Vai, A Nova Vem!


"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as
coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2
Coríntios 5:17).


Quando uma lagarta é transformada em uma borboleta, se torna
uma criatura totalmente nova. Uma metamorfose acontece.
Assim, se alguém está em Cristo, é uma nova criatura. A
velha se foi, a nova veio!


Daqui há alguns dias o novo ano estará chegando. O velho se
despede e o novo se apresenta. Mas, mais importante do que o
ano que é mudado, é a nossa velha vida que precisa ir embora
e dar lugar a uma nova vida em Cristo, transformada,
renovada, edificada, abençoada.


Quando dizemos que estamos no Senhor e nada mostramos que
testifique nossas palavras, estamos enganando aos nossos
amigos e principalmente a nós mesmos. Jamais enganamos a
Deus, que tudo sabe, tudo vê, tudo conhece. Ele é o Senhor e
precisamos ser verdadeiros em nosso relacionamento com Ele.


Um objeto que está estragado em nossas casas, pode ser
consertado. Voltará a funcionar, mas, nunca será um objeto
novo. Será sempre um velho objeto, mesmo que volte a
funcionar.


A vida cristã tem que ser nova. Não pode trazer as ranhuras
do passado, as beiradas quebradas do passado, os cantos
sujos ou sem brilho do passado, a cor desbotada do passado,
a aparência débil do passado.


Nossas vidas precisam ser completamente novas. Devem ter
brilho e pureza, devem ter uma aparência que agrade ao nosso
Senhor. Devem agir de maneira diferente da forma antiga.


Aproveitemos esse final de ano para mandar embora nossa
velha natureza e convidar uma nova, bonita, santa,
agradável, para fazer parte de nossos dias com Deus.


Deixe Jesus entrar em seu coração e a transformação será
imediata!

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

20 December 2011

Sempre Perto Da Vitória


"A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos"
(Tiago 5:16).


"Os homens podem rejeitar a nossa aparência, podem rejeitar
nossa mensagem, podem contradizer nossos argumentos, podem
tratar-nos com menosprezo, mas, são impotentes contra nossas
orações." (Sidlow Baxter)


Sim, ninguém poderá se opor às nossas orações. Elas não são
dirigidas a homens. Elas são dirigidas ao Deus Todo
Poderoso. Elas são encaminhadas ao trono da graça do Senhor.
São o ponto de contato entre nós e o nosso Salvador. Entre
nós e o Rei dos reis. Entre nós e o Senhor dos senhores.


Se alguém critica a nossa aparência, chamando-nos de feios,
oramos e o brilho de Cristo nos transforma nas mais belas
criaturas. Se a nossa pregação é simples e se alguns não
gostam dela, oramos e ela se transforma na mais forte e
poderosa das mensagens. Se não temos muitos argumentos para
fundamentar nossa palavra, oramos e o Espírito convencerá a
todos das verdades celestiais. Se somos humilhados, tratados
com indiferença e desprezo, oramos e os anjos do céu nos
fazem companhia, conduzindo-nos por campos verdes e por
águas de descanso.


Aqui neste mundo nós estamos a serviço do Mestre. É a Ele
que devemos e queremos agradar. É a Ele que entregamos os
nossos dias. É para Ele que abrimos nossos corações. Podemos
até não agradar aos homens, mas, com grande amor e
determinação, queremos ser motivos de alegria para o Senhor
que nos salvou. Se você sente algum tipo de rejeição, se
sente que lhe tratam com desprezo, se percebe que as pessoas
ignoram o que você diz, não se entristeça, não perca a
motivação. O Senhor olha para você com muito carinho e
aplaude tudo o que você faz com amor no coração.


Se alguma coisa não vai bem em sua vida, ore. Orando você
estará perto de Deus. Perto de Deus você sempre alcançará
vitórias.

DEUS te abencoe meu irmao(a)

Yola Bastos

16 December 2011

Segurando O Rabo Do Gato


"Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem
enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me
aqui, envia-me a mim" (Isaías 6:8).


Beto havia sido advertido para não importunar o gato da
casa. Um dia a sua mãe ouviu um miado muito estridente.
"Beto", ela gritou, "pare de puxar o rabo do gato". Beto
respondeu, rapidamente: "Eu estou em pé ao lado dele,
segurando o seu rabo, ele é que está puxando."


Muitas vezes agimos da mesma maneira que o garoto de nossa
história. Ficamos parados, não vamos a lugar algum, não
fazemos nada e ainda criticamos e tentamos impedir que
outros façam. De uma certa maneira, estamos "segurando o
rabo do gato".


Se um irmão quer reunir um grupo para um coral na igreja --
corais estão ultrapassados e ninguém usa isso mais! Se um
jovem dá a idéia de se formar uma equipe para sair e
distribuir folhetos evangelísticos -- está chovendo; está
fazendo muito calor; é muito perigoso; para que gastar
dinheiro com folhetos se a maioria nem lê? Se uma irmã
convida amigas para um momento de oração e consagração pela
manhã, bem cedo -- coitada... ninguém vai acordar tão cedo
para vir a reunião que ela pretende fazer! São pessoas
desanimadas e insípidas, que só sabem "segurar o rabo do
gato".


A igreja sofre, alguns clamam a Deus por mudanças, alguns
jejuam e oram em seus lares para que Deus opere no meio do
Seu povo, e os que não colaboram, se desculpam dizendo: "Eu
não estou fazendo nada. Estou apenas segurando o rabo do
gato". Sim, é verdade, nada fazem e querem impedir que
outros o façam!


Que a nossa vida seja totalmente entregue a Deus. Não
devemos ficar parados, não devemos servir de obstáculo ou
pedra de tropeço para os demais, não devemos impedir a
bênção do Senhor no meio de Sua igreja.


Eu não quero ficar segurando o rabo do gato. Quero deixar
ele ir... e quero ir também!

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

15 December 2011

Esperar... Por Que?


"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e
vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto
permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao
Pai ele vo-lo conceda" (João 15:16).


O grande compositor não busca inspiração para trabalhar,
mas, fica inspirado porque está trabalhando. Beethoven,
Wagner, Bach, e Mozart faziam seu trabalho costumeiro, dia
após dia. Eles não desperdiçavam tempo esperando por
inspiração. (Ernest Newman, Escritor)


O que estamos esperando para servir ao Senhor? O que estamos
esperando para falar das maravilhas do reino de Deus? O que
estamos esperando para sermos bênçãos aqui neste mundo?


Às vezes passamos dias, meses e até anos, esperando que o
Senhor nos chame. "Eu estou esperando a direção do Senhor",
alguns dizem. Mas, a Palavra do Senhor nos assegura de que
já fomos chamados! O Senhor nos escolheu e nos mandou sair e
produzir frutos! Vamos fazer o que já nos foi mandado e,
durante o trabalho, se o Senhor nos der outra direção,
obedeceremos. O Senhor não nos dará desafios maiores se não
estivermos seguindo aquilo que já nos deixou escrito!


Não há nada que nos inspire mais amor do que o ato de amar.
Não há momento de maior felicidade do que aquele em que nos
mostramos dispostos a semear alegria. Não há momento de
maior esperança do que aquele em que viramos as costas para
as dúvidas e abraçamos, de olhos fechados, a fé que o Senhor
nos oferece.


Eu quero estar trabalhando quando o Senhor me mandar fazer
alguma coisa. Eu quero estar trilhando as sendas da pregação
do Evangelho quando o Senhor me mandar seguir um caminho por
Ele determinado. Eu quero estar buscando ser uma bênção
quando o Senhor me disser: "Sê tu uma bênção".


Você quer ser escolhido para fazer a obra de Deus? Então não
espere mais, comece a trabalhar agora mesmo. Depois... deixe
por conta do Senhor.

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

13 December 2011

Relógios Que Não Param


"Orai sem cessar" (1 Tessalonicenses 5:17).


Se algumas pessoas tivessem o costume de olhar para seus
relógios antes de começarem a orar, certamente pensariam, ao
terminar a oração, que os mesmos haviam parado." (Billy
Sunday)


Por que será que somos tão preguiçosos quando vamos falar
com Deus? Por que dedicamos tão pouco tempo para o Senhor?
Por que outras coisas, muito mais insignificantes, merecem
um momento maior em nossas prioridades?


Quanto mais tempo passamos diante de Deus, menos tempo nos
sobra para errarmos. Quanto mais tempo dedicamos à oração,
mais resultados positivos conquistamos em nossos dias.
Quanto mais tempo gastamos diante do trono da graça de Deus,
mais bênçãos acumulamos em nossas vidas espirituais. Quanto
mais seguimos a direção do Senhor, mais experiências de
alegria e felicidade desfrutamos enquanto estamos neste
mundo.


Se não conseguimos ânimo para ficar uma hora em oração
diante do Senhor, como passaremos a eternidade diante dEle?
Estaremos para sempre ao lado do nosso Salvador. Ali
estaremos louvando, adorando, desfrutando de Sua presença
gloriosa. Por que não começarmos a praticar aqui mesmo na
terra?


Que nossos relógios avancem seus ponteiros ou mostradores,
cada dia mais, enquanto falamos com Deus. Que eles caminhem
tanto que saiam do nosso alcance. Que possamos esquecê-los
durante o nosso período de oração. Que, em vez de acharmos
que estão parados, nos espantemos por terem avançado muito,
sem que o percebêssemos.


Falar com Deus é muito bom. Ouvir a voz de Deus é ainda
melhor. Deixar que nossas vidas sejam dirigidas pela vontade
do Senhor é a maior bênção que podemos receber.


Seu relógio fica parado quando você ora ou você nem se
lembra dele naquele momento?

DEUS te abencoe meu irmao(a).
Yola Bastos

8 December 2011

A Marca Em Vermelho



"Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é
a vitória que vence o mundo, a nossa fé" (1 João 5:4).


Dizem que Napoleão, uma vez, tomando um mapa, apontou para
as Ilhas Britânicas e observou: "Se não fosse por esse
lugar, marcado em vermelho, eu teria conquistado o mundo".
Satanás também podia apontar para a cruz de Cristo e dizer:
"Se não fosse por essa marca, em vermelho, eu teria
conquistado o mundo."


Mas ele não conquistou! O Senhor Jesus, na cruz, foi o
grande Conquistador. Ele derrotou o mundo, derrotou a morte,
derrotou o ódio, derrotou a mentira, derrotou o desânimo,
derrotou o pessimismo, derrotou as adversidades, derrotou o
mal e o diabo. Ele venceu a todos e nos fez, nEle, mais que
vencedores.


Que seria de nós se não fosse o Senhor? Para onde estaríamos
seguindo se o nosso Salvador não nos estivesse dirigindo?
Onde encontraríamos a paz se Ele não nos desse? Onde
encontraríamos a vida abundante e eterna se a própria Vida
não as estivesse dando para nós?


Sim, foi a marca em vermelho, do sangue de Jesus, vertido na
cruz do Calvário, que transformou os nossos corações. Foi
aquela marca em vermelho que nos purificou e tornou brancas
as nossas vestes. Foi aquela marca em vermelho que nos tirou
do caminho da perdição e nos conduziu ao porto de nossa
salvação.


Hoje estamos livres, do medo, do pecado, da condenação.
Estamos livres porque Ele nos libertou. Estamos livres
porque Ele pagou o preço de nossa liberdade. Estamos livres
porque recebemos Cristo e nos tornamos filhos de Deus.


Cristo venceu o diabo e o mundo e nós também os vencemos...
pela fé!

DEUS te abencoe meu irmao(a)

Yola Bastos

6 December 2011

Onde Estão Os Guarda-Chuvas?


"Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para
mim, e ouviu o meu clamor" (Salmos 40:1).


A seca ameaçava toda a colheita de certa região. Todos
estavam muito desanimados. Na igreja, o líder religioso
conclamou os membros da congregação a uma semana de jejum e
oração. Disse ele em seu sermão: "Não haverá esperanças para
nós a não ser que voltemos aos nossos lares e nos coloquemos
diante de Deus, pedindo a Ele que nos mande chuva. Façamos
uma semana de jejum e confiemos que Ele nos responderá. No
próximo fim de semana nos reuniremos para ver o resultado de
nossa semana de oração e para agradecer ao Senhor pela
resposta". Os irmãos atenderam o seu pedido e passaram a
semana em adoração e intercessão. No dia da reunião, todos
foram para a igreja e, assim que os viu, o líder mandou que
fossem embora. "Eu não dirigirei a reunião", disse o
pregador, "vocês não confiam verdadeiramente em Deus". "Mas,
nós jejuamos e nós oramos com toda fé", protestaram eles.
"Com toda fé", retrucou o líder, "e onde estão seus
guarda-chuvas?"


Até que ponto nós cremos, realmente, na resposta de Deus às
nossas necessidades? Até que ponto somos capazes de esperar
pacientemente pela vontade de Deus? Até que ponto
conseguimos resistir sem murmurações?


Muitos dizem que confiam no Senhor, lêem a Bíblia todos os
dias, vão para a igreja com frequência e... no primeiro
obstáculo, no primeiro dilema, na primeira tempestade
enfrentada, se queixam e dizem que Deus não se importa com
eles!


Quem crê, com uma fé genuína, não desiste, não se exaspera,
não se abate. Simplesmente espera com paciência que a
vontade e o tempo de Deus tragam a resposta. O Senhor sempre
responde, hoje ou amanhã, mas, não falha jamais.


Onde estão os guarda-chuvas de nossa fé?

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

4 December 2011

Não Quero Ir Para Lá!


"E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma;
temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma
e o corpo" (Mateus 10:28).


Um motorista americano foi carregado, inconsciente, depois
de bater com seu carro. Ele foi conduzido para um lugar
próximo a um posto de gasolina. Enquanto era socorrido, ele
voltou à consciência e, ao abrir os olhos, começou a se
debater freneticamente. Após recobrar-se completamente, ele
explicou, aos que o socorriam, o motivo de seu desespero: "A
primeira coisa que vi, ao abrir os olhos, foi a placa
"Shell" e alguém estava em frente à letra "S". O que li foi
apenas "hell" (inferno, em inglês)!


Muita gente diz que não crê no inferno. Para estes o inferno
não existe ou é aqui mesmo na terra. Zombam dos que buscam
uma vida santa e separada e até dizem que o inferno deve ser
melhor do que a calmaria do Céu. Porém, quando se vêem
diante da morte, um pavor toma conta de suas vidas -- o de
ir para o inferno!


Alguém pode pensar: "E se o inferno mostrado nas Escrituras
não existir? Por que eu devo me preocupar? Por que devo me
abster dos prazeres mundanos se não tenho certeza de que o
inferno existe?" E se existir? Teria valido a pena trocar a
bênção de estar, para sempre, com Jesus, por uns poucos
momentos de aparente prazer?


Outro alguém pode pensar: "E se eu viver corretamente,
afastar-me de vícios e mentiras, passar os meus dias
louvando a Deus e testificando das bênçãos de ter Jesus no
coração e, ao final, descobrir que o inferno não existe?"
Bem, esse outro alguém terá vivido abundantemente e
desfrutado do prazer de ser muito feliz aqui neste mundo.


Sempre será melhor viver na presença de Deus. Sempre será
mais agradável passar os dias debaixo da proteção do Senhor.
Sempre seremos mais felizes se nos afastarmos dos enganos
deste mundo.


Eu estou certo de uma coisa: não quero ir para o inferno.
Quero passar a eternidade ao lado do meu querido Salvador.
Quero adorá-lo noite e dia. Não quero estar um segundo
sequer longe de Seu altar. Não quero que meu nome esteja
fora do Livro da vida. Eu quero ir para o Céu!


Eu creio que o inferno existe e não quero, de maneira
alguma, ir para lá!

DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos

1 December 2011

Um Silêncio Retumbante


"É necessário que ele cresça e que eu diminua" (João 3:30).


A regente da banda de música de certa escola de primeiro
grau disse, em um dos ensaios: "Se alguém não se sentir
seguro de sua parte, apenas finja tocar". Quando o grande
dia da apresentação chegou, ela agitou sua batuta
animadamente e... nada aconteceu. A banda se mexia, para a
frente e para trás, com um retumbante silêncio.


Quando nos sentimos inseguros no tocante ao que fazer ou ao
que falar, deixemos que Cristo aja e fale através de nós. Se
não nos sentimos competentes para realizar grandes coisas
para o reino de Deus, deixemos que o Senhor dirija nossos
passos e nossas decisões. Se não somos capazes de pregar o
Evangelho da salvação, nada devemos temer... Cristo fará com
que nossa vida silenciosa seja uma pregação poderosa e
eloquente.


Que a nossa vida seja silenciosa no que tange à vaidade, ao
orgulho, ao egoísmo, à altivez. Que seja silenciosa em
relação a mentira, à mesquinhez, à falsidade.


Queremos que a platéia ao nosso redor ouça, de nossas vidas,
somente o som do amor de Deus, do louvor verdadeiro, da
verdade que liberta e transforma.


Não devemos proclamar o que fazemos para Deus. Não devemos
tocar trombetas para que todos vejam nossas obras. Não
devemos usar o nosso trabalho cristão como forma de promoção
pessoal. O que fazemos é para a glória do Senhor, para o
engrandecimento de Seu nome em toda a terra.


Que o mundo ouça, através do silêncio retumbante de nosso
eu, o nome do Senhor e Salvador Jesus Cristo ser proclamado
noite e dia.


Você tem deixado, em silêncio, o Senhor falar em alta voz
através de você?
DEUS te abencoe meu irmao(a)
Yola Bastos